Clique e assine por apenas 6,90/mês
Memória Por Blog Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.

Bourbon Street completa 25 anos de história

Nesta quinta-feira (13), o cantor Ed Motta se apresenta na casa

Por Maurício Xavier - 7 Dec 2018, 06h00

Um dos mais tradicionais bares de São Paulo, o Bourbon Street celebra seus 25 anos de história na quinta (13), com um show do cantor e compositor Ed Motta. O carioca volta de uma turnê pela Europa e apresenta músicas de seu novo álbum, Criterion of the Senses, além de sucessos da carreira. Considerado um dos melhores clubes de jazz e blues do Brasil, com foco na música negra do sul dos Estados Unidos, o Bourbon começou a funcionar em dezembro de 1993 e segue no mesmo endereço, um casarão dos anos 50 instalado no número 127 da Rua dos Chanés, em Moema, na Zona Sul paulistana. Seu nome homenageia uma agitada rua de Nova Orleans (EUA).

A noite de abertura contou com um show da lenda americana B.B. King. O guitarrista ainda tocou no local em outras ocasiões e, em uma dessas passagens, em 1995, deixou por lá um exemplar autografado de uma Gibson ES-355, modelo idêntico ao de sua Lucille. A relíquia está em exibição na entrada do estabelecimento. No mesmo ano, o cantor e pianista Ray Charles ofereceu outro “troféu” à casa, um de seus ternos coloridos, em exposição em uma das paredes do espaço. Ao longo dos anos, passaram pelo bar centenas de outros artistas nacionais e internacionais de renome, como o trompetista Wynton Marsalis, a cantora Nina Simone e o guitarrista Ron Wood, dos Rolling Stones, que em 2002 subiu ao palco para uma jam session com a banda paulistana Blue Jeans.

Publicidade