Clique e assine por apenas 6,90/mês
Memória Por Blog Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.

A eterna rivalidade Palmeiras X Corinthians

Uma rixa construída ao longo de mais de 100 anos

Por Roosevelt Garcia - 8 abr 2018, 12h33

Santistas e São Paulinos que me desculpem, mas a maior rivalidade do futebol paulista está mesmo entre palmeirenses e corinthianos. Até nos memes, aquelas brincadeiras de internet, não tem pra ninguém. Corinthianos inventam as formas mais criativas de dizer que o “Palmeiras não tem mundial”, e os palmeirenses por sua vez brincam com a hipótese do time rival ser sempre ajudado pela arbitragem.

Mas o fato é que essa rixa entre os dois times começou muito antes da era da internet, antes mesmo da era da televisão. No começo do século XX, o futebol era um esporte de elite. O Corinthians, fundado em 1910, foi o primeiro clube paulista montado pela classe operária, seguido em 1914 pelo Palmeiras, outro clube montado fora da elite do futebol. Ambos eram aliados no início, mas logo começou a rivalidade.

O primeiro jogo entre os dois clubes foi em maio de 1917, pelo Campeonato Paulista. O Palmeiras venceu por 3 a 0, com todos os gols marcados pelo garoto Caetano Rizzo, de 20 anos. O campeonato foi vencido pelo Paulistano, o Palmeiras foi o vice-campeão e o Corinthians ficou em terceiro lugar.

Grandes ídolos dos dois lados: Ademir da Guia e Roberto Rivelllino Reprodução/Veja SP

Durante estes 101 anos de confrontos, alviverdes e alvinegros se enfrentaram 356 vezes por campeonatos diversos, com ligeira vantagem para o Palmeiras: 126 vitórias, contra 124 jogos vencidos pelo Corinthians, e 107 empates. No número de gols marcados, os palestrinos também levam vantagem: 514 contra 476. Se contabilizarmos também os jogos do Torneio Início e da Taça Augusto Henrique Mündel, os números sobem um pouco: 366 jogos entre as duas equipes, sendo 130 vitórias verdes, 127 vitórias corinthianas e 110 empates. Esses torneios eram compostos por jogos curtos, de 15 ou 30 minutos de duração, por isso não são contabilizados na contagem oficial.

Se levarmos em conta apenas os jogos pelo campeonato Paulista, o Corinthians leva vantagem: são 76 vitórias corintianas e 70 vitórias palmeirenses, além de 61 empates. No entanto, foi o Palmeiras quem marcou mais gols:  297 contra 280.

Veja mais algumas curiosidades dos confrontos entre os dois times:

  • Maior goleada do Palmeiras sobre o Corinthians: 8 a 0 em 1933
  • Maior goleada do Corinthians sobre o Palmeiras: 5 a 1 em 1982
  • Ademir da Guia, do Palmeiras, é o jogador que mais disputou o clássico: 57 vezes
  • O goleiro Leão disputou o clássico pelos dois lados: 36 jogos pelo Palmeiras e cinco jogos pelo Corinthians
  • O Corinthians ganhou o clássico em 1923 por WO. O Palmeiras não compareceu ao jogo em protesto a uma decisão judicial
  • O maior público do clássico foi a decisão do Campeonato Paulista em 1974. Mais de 120 000 pessoas lotaram o Morumbi

Veja o documentário do Canal 100 sobre este jogo de 1974:

https://youtu.be/gbvzKHFmadA

E hoje, dia 8 de abril, os dois times voltam a se enfrentar numa final de Campeonato Paulista, depois de dezenove anos. A última vez em que isso aconteceu foi em 1999, e o Corinthians ficou com a taça. O time do Parque São Jorge tinha uma enorme vantagem, porque havia ganho o primeiro jogo por 3 a 0, e o empate neste último dérbi garantiu o título, num jogo tumultuado, que foi encerrado antes do tempo pelo juiz. Esperamos que o jogo de hoje não tenha o mesmo destino, seja na confusão dentro de campo, seja no destino da taça. Pelo menos é o que eu espero, como bom palmeirense que sou!

Continua após a publicidade
Publicidade