11 curiosidades do “Manual do Escoteiro Mirim”, relançado nesta sexta pela Abril

Lançado em 1971, o Manual do Escoteiro Mirim tornou-se um guia para crianças aventureiras (e outras nem tanto da época). A obra trazia muitos ensinamentos sobre escotismo, com técnicas e táticas nos acampamentos, mas também falava sobre códigos secretos, heráldica e até como socorrer animais feridos. Passados 45 anos, a Editora Abril decidiu lançar uma reedição do livro. […]

A capa do livro

Manual do Escoteiro Mirim: primeira versão foi publicada em 1971

Lançado em 1971, o Manual do Escoteiro Mirim tornou-se um guia para crianças aventureiras (e outras nem tanto da época). A obra trazia muitos ensinamentos sobre escotismo, com técnicas e táticas nos acampamentos, mas também falava sobre códigos secretos, heráldica e até como socorrer animais feridos. Passados 45 anos, a Editora Abril decidiu lançar uma reedição do livro.

A versão é uma reprodução fiel do primeiro trabalho. Ou seja, o conteúdo é apresentado conforme originalmente editado, fazendo dele um produto com valor histórico. Não foi promovida nenhuma atualização no conteúdo, nem mesmo no que se refere às regras ortográficas vigentes à época. Ele já chegou às bancas e livrarias da capital. O preço é de 39,90 reais. O evento de lançamento acontece nesta sexta (3 ), às 20h, na Livraria da Vila do Shopping JK Iguatemi. Para celebrar a reedição, listamos onze curiosidades contidas no manual. Confira abaixo:

1 – O Apito de Papel: Sobre uma folha de papel, desenhe o modelo indicado no esquema (foto) e recorte. Depois, dobre seguindo a linha pontilhada 1 e torne a dobrar para fora as duas pontas seguindo as linhas 2 e 3. Recorte o orifício em forma de losango desenhado ao centro e o apito estará pronto, conforme a figura mais abaixo da imagem!

O apito de papel

O apito de papel

2 – Tira Manchas: Para cada problema ou situação em que algum produto manche sua roupa, existe uma solução. Confira:

Tinta de caneta: Leite azedo, sumo de limão, água morna.

Ferrugem: Água morna ou sumo de limão.

Chocolate: Água quente com sabão ou água oxigenada.

Frutas: Água morna, leite azedo, sumo de limão ou vinagre branco.

Café: Água morna ou água oxigenada.

Sangue: Água morna com sabão, água oxigenada, água fria ou sal de cozinha.

3 – Tinta Invisível: Para criar uma tinta invisível, que só poderá ser vista com uma lâmpada, basta espremer um limão em um pequeno recipiente limpo. Usando uma caneta, escreva sobre qualquer folha de papel a sua mensagem secreta. O destinatário deverá apenas encostar a folha a uma lâmpada acesa. O calor da lâmpada fará surgir o escrito da mensagem!

Tinta invisível

Tinta invisível

4 – Mosquitos em retirada: É muito comum no campo, após o pôr do sol, mosquitinhos ficarem rodeando os ouvidos. Caso você não tenha um repelente à mão, basta fazer uma fogueira com bastante fumaça, utilizando lenha verde ou molhada. Para acender o fogo, primeiro use gravetos secos e depois acrescente a madeira molhada. Não esqueça de colocar pedras em volta para que o fogo não se propague.

5 – Como fazer um catavento: Corte um quadrado de cartolina com 20 cm de lado, recorte os quatro triângulos formados pelas diagonais (A). Dobre-os como em B, junte-os pelas pontoas com um alfinete grosso e fixe-os a uma vareta. O catavento está pronto!

Como fazer um cata-vento

Como fazer um cata-vento

6 – Copos cantantes: Para conseguir reproduzir um som com um copo, basta encher um copo de haste com água quase até a borda. Segure a haste bem firme na mão e, com o dedo médio umedecido da outra mão, esfregue a borda do copo com um movimento circular suave e contínuo. Logo, a água entrará em vibração fazendo o vidro do copo emitir um som. Variando o nível da água, varia também a tonalidade: acrescentando líquido obtêm-se notas baixas ou graves. Tirando, têm-se notas mais altas ou agudas.

Copos cantantes

Copos cantantes

7  – Como abrir as tampinhas mais difíceis: Sabe aquelas tampinhas de pasta de dente difíceis de serem abertas? Então, para abri-las, primeiro tente envolver o objeto num pano e girar. Caso não dê certo, acenda um fósforo e aqueça a tampa por alguns segundos. Ou então coloque a tampa sob um jato de água quente. O calor, que tem propriedade de dilatar os corpos, permitirá que você retire a tampa facilmente.

Um modo fácil de abrir tampinhas

Um modo fácil de abrir tampinhas

8 – Como fazer um cadinho de papel para ferver água: Pegue uma folha de papel comum e dobre como mostra a figura 1 (imagem abaixo). Enfie depois um alfinete entre as dobras dos lados curtos, como na figura 2, e faça a alça introduzindo um fio ou barbante entre os alfinetes. Depois, é só encher o cadinho com água e coloca-lo sobre uma vela acesa., com na figura 3.

O cadinho de papel para ferver água

O cadinho de papel para ferver água

9 – Alfabetize seu papagaio: Para alfabetizar seu papagaio, ele precisa ter poucas semanas de vida. Coloque-o em uma área onde exista luz e tranquilidade. Todos os dias, gaste um tempo com seu papagaio fazendo-o repetir palavras de uma sílaba só, como “lua” e “pão”, sempre dando um pedaço de algum petisco como recompensa. Depois passe para uma palavra de duas sílabas e assim por diante. O papagaio deve sempre repetir a palavra. Neste entretempo, seu papagaio deverá estar já acostumado com o ambiente e começará a falar!

Como alfabetizar seu papagaio

Como alfabetizar seu papagaio

10 – Os dez princípios dos Escoteiros:

I – O Escoteiro tem uma só palavra: sua honra vale mais que a própria vida.

II – O Escoteiro é leal.

III – O Escoteiro está sempre alerta para ajudar o próximo e praticar, diariamente, uma boa ação.

IV – O Escoteiro é amigo de todos e irmão dos outros Escoteiros.

V – O Escoteiro é cortês.

VI – O Escoteiro é bom para os animais e as plantas.

VII – O Escoteiro é obediente e disciplinado.

VIII – O Escoteiro é alegre e sorri nas dificuldades.

IX – O Escoteiro é econômico e respeita o bem alheio.

X – O Escoteiro é limpo de corpo e alma.

Manual do Escoteiro Mirim

Manual do Escoteiro Mirim

11 – Os dez não “mandamentos” dos Escoteiros:

Não respire de boca aberta. Assim você se habitua a respirar pelo nariz e sentirá menos sede.

Não hesite em intervir quando avistar alguém batendo em um menor ou maltratando algum animal.

Não atire cascas de frutas no chão, nem qualquer outra espécie de lixo.

Não atire jamais pedras enquanto alguém estiver escalando montes.

Não corra levando nas mãos: garrafas, tesouras, facas ou quaisquer objetos cortantes ou frágeis.

Não molhe os dedos para virar as páginas de um livro: é anti-higiênico e antiestético.

Não arraste os pés ao caminhar.

Não brinque com armas ainda que estejam descarregadas ou travadas e não aponte armas de brinquedo para as pessoas.

Não aceite carona de desconhecidos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s