Essa loja paulistana é um paraíso para fãs de pedras e cristais

De todos os tamanhos e preços, itens oferecidos pela Legep vão de esmeralda a quartzo rosa

Quem circula pela movimentada Avenida Washington Luís, na Vila Paulista, costuma passar batido pela loja Legep um paraíso paulistano para quem gosta de pedras e cristais. O edifício não é dos mais convidativos – tem grades e cadeado nas portas, o que acaba deixando alguns clientes confusos quando chegam ali. Mas basta encostar com o carro na frente do portão, que um funcionário vem te receber.

Considerado um dos maiores comércios de pedras preciosas e semipreciosas do Brasil, o endereço oferece pedras brutas de todos os tamanhos, além de centenas de objetos produzidos com elas, como bijuterias e itens de decoração.

 (Bárbara Öberg/Veja SP)

Entre a imensa variedade de minerais, vindos de garimpos de diferentes partes do país e do mundo, aparecem belíssimos quartzos, citrinos, ametistas, esmeraldas, safiras e hematitas. Aqueles de procedência brasileira viraram os mais procurados. “Nosso carro-chefe são as capelas de ametista”, afirma o gerente do lugar, Berivaldo. As ágatas e quartzos também fazem sucesso. A esmeralda é considerada a pedra mais cara dali e o quartzo verde, a mais barata.

Capelas de ametista

Capelas de ametista (Bárbara Öberg/Veja SP)

O endereço funciona em três sistemas de venda: varejo, atacado ou exportação. Porém, o consumidor interessado na compra de varejo não precisa gastar um valor mínimo. A maioria da peças está identificada com um número e uma letra que podem ser verificados em tabelas distribuídas pela loja, com os preços de cada item. Há ainda opções cobradas por peso. Quem gosta de uma promoção também sai feliz do local, que oferece liquidações diárias para queimar estoques de artigos que não tiveram boa saída.

Confira alguns exemplos de preços (checados em outubro de 2018):

– Capela de ametista de 15 quilos – 1 800 reais

– Pássaro de tamanho médio (referência na loja, 30P) – 125 reais

– Pingente de esmeralda em torno de 3 quilates – 175 reais

Ocupando os dois andares do negócio estão objetos como vasos, esferas, chapas de ágata, esculturas, animais esculpidos em pedra, pirâmides, obeliscos e até fontes d’água.

Boa parte dos fregueses é formada por estrangeiros em busca de souvenires. Aos sábados, a loja fica lotada a partir das 10h30. A indicação do gerente é visitar o local durante a semana, principalmente entre segunda e terça, considerado os dias mais tranquilos .

 (Bárbara Öberg/Veja SP)

A Legep foi fundada em 1974 na cidade Ametista do Sul, no interior do Rio Grande do Sul.

Legep

Avenida Washington Luís, 4407, Vila Paulista, tel. 5561-6255 ou 5561-1974.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s