Clique e assine por apenas 6,90/mês
Liquidação e Cia. Por Daniela Giorno A diretora de arte Daniela Giorno dá dicas de compras, promoções, achados e lojas.

Lojas baratas e pontas de estoque na região dos Jardins

O Jardim Paulista sempre foi conhecido como reduto de grifes nacionais e internacionais. Ter a carteira rechonchuda era uma espécie de pré-requisito para circular pelas lojas do pedaço. + Confira a coleção Lala Rudge para Riachuelo Nos últimos anos, porém, a paisagem do bairro ficou mais amigável. Pertinho de marcas caríssimas como Versace e Montblanc pipocaram endereços de […]

Por Sophia Braun - 5 dez 2014, 17h55
(Fotos: divulgação)

Riachuelo: varejista ocupa a esquina das ruas Oscar Freire e Haddock Lobo (Fotos: divulgação)

O Jardim Paulista sempre foi conhecido como reduto de grifes nacionais e internacionais. Ter a carteira rechonchuda era uma espécie de pré-requisito para circular pelas lojas do pedaço.

+ Confira a coleção Lala Rudge para Riachuelo

Nos últimos anos, porém, a paisagem do bairro ficou mais amigável. Pertinho de marcas caríssimas como Versace e Montblanc pipocaram endereços de apelo acessível, caso da Riachuelo na Rua Oscar Freire. Novidade mais recente, a fast-fashion Forever 21 abriu uma loja de três andares na Rua Haddock Lobo.

Também ocupam pontos concorridos a flagship da Chilli Beans, cujos óculos escuros custam a partir de R$ 78,00, o Espaço Havaianas, loja conceito da marca de calçados, e a Quem disse, berenice?, título do Grupo Boticário dedicado a maquiagens a preços camaradas.

+ Bares e restaurantes badalados ganham parklets 

Há ainda pontas de estoque bacanas, a exemplo de Sarah Chofakian, que mantém no segundo piso da loja da Alameda Lorena um outlet com sapatos pela metade dos preços originais. Para o passeio ficar completo, indicamos lugares gostosos e baratinhos para fazer uma (merecida) pausa nas compras.

Anacapri: sapatilhas a preços atraentes

Anacapri: sapatilhas a preços atraentes

Anacapri: de apelo casual, faz parte do grupo Arezzo e aposta em sapatos femininos sem salto. Propõe bons preços em sapatilhas básicas: um par sai por R$ 89,00, dois por R$ 160,00 e três por R$ 200,00.

Bendita Benedita: a vitrine chamativa dá o tom das peças encontradas do lado de dentro. São acessórios como brincos (a partir de R$ 19,95), pulseiras (de R$ 29,90 para mais) e colares (o mais barato custa R$ 19,90). Há ainda objetos de decoração como porta retrato (R$ 39,90) e peso para porta (R$ 49,90).

+ Natal: dicas incríveis para inovar a ceia e a decoração

Chilli Beans: em maio de 2013, abriu uma flagship na Rua Oscar Freire ao custo de 10 milhões de reais. Os óculos escuros custam de R$ 78,00 a R$ 298,00 cada um. Também oferece relógios a partir de R$ 69,00.

dddd

Bendita Benedita: bijuterias a preços que não assustam o bolso

Espaço Havaianas: o teto, formado por um mosaico de claraboias, tem aberturas nas laterais para que a água da chuva irrigue as palmeiras e pitangueiras que fazem parte da decoração. A loja, com projeto do arquiteto Isay Weinfeld, foi erguida ao custo de 10 milhões de reais. A butique é a única do mundo que concentra toda a linha de produtos.

Forever 21: no térreo ficam peças femininas, a exemplo de camiseta (R$ 24,90), saia preta social (R$ 135,90) e shorts em várias cores (R$ 49,90), além de acessórios. Espalham-se pelo piso superior itens em promoção e também das linhas basics (regatinha de algodão a R$ 10,90), denim (calças jeans a R$ 39,90) e lingerie. Também estão ali as roupas masculinas, caso da calça de veludo canelado (R$ 79,90) e das camisas (R$ 69,90).

+ Outlet Premium propõe descontos extras em março

Hope: a marca investiu 5 milhões de reais em um espaço de 200 metros quadrados. O investimento rendeu frutos: trata-se da filial com maior faturamento. Os sutiãs custam a partir de R$ 29,00 e a calcinha mais barata, R$ 12,90.

■ Kopenhagen: para montar o espaço, na esquina das ruas Oscar Freire e Bela Cintra, foram investidos cerca de 5 milhões de reais. Apenas nesta loja são vendidos macarons, em sabores como chumbinho e lajotinha, e docinhos de marzipã em formato de frutas (R$ 45,00 cada 100 gramas).

ddd

Espaço Havaianas: loja foi erguida ao custo de 10 milhões de reais

Continua após a publicidade

Mercadinho Chic!: recebe expositores de roupas e acessórios em sistema rotativo. Como as marcas encontradas por lá são, em geral, pequenas confecções, os preços costumam ser atraentes.

Quem disse, berenice?: agrada principalmente aos jovens e moderninhos. Das embalagens à variedade de cores, tudo é descolado. A maioria dos batons custa R$ 27,90 e a o trio de sombras, R$ 39,90.

+ Brinquedos dos anos 80 e 90 que ainda fazem sucesso

■ Riachuelo: a experiência da primeira megaloja de rua surpreendeu (e muito) a empresa: as vendas até o final de 2013 foram 70% maiores do que a previsão inicial. Além de reunir peças que estão disponíveis em toda a rede, costuma exibir coleções assinadas por estilistas famosos.

Shér!: reúne grande variedade de artigos para festas a preços competitivos aos das demais lojas do setor (até mesmo de muitos endereços da Rua 25 de Março, acredite). Alguns exemplos: pacotes de bexiga (R$ 8,69 a R$ 14,69), pratos e bandejas de papelão laminado (R$ 0,65 a R$ 7,10 a unidade) e taças de plástico (R$ 8,80; 6 unidades).

dddd

Sarah Chofakian: ponta de estoque no primeiro piso da filial

Pontas de estoque

■ GIG: até Paris Hilton já vestiu um tricô da marca mineira. Embora as peças 50% mais baratas ocupem só uma arara dentro da filial dos Jardins, é possível fazer ótimos achados. O vestido, igual a um usado por Adriane Galisteu,cai de R$ 1 805,00 para R$ 902,50.

■ Lenny Niemeyer OFF: as roupas de praia pelo menos 40% mais baratas valem cada degrau da longa escada que leva até o 3º andar da loja dos Jardins. O biquíni frufru básico, da coleção verão de 2014, cai de R$ 234,00 para R$ 140,00. O maiô de R$ 720,00 sai por R$ 288,00. Tamanhos do P ao GG.

+ Um guia com trinta outlets na capital e arredores

■ Paola da Vinci: em plena Rua Oscar Freire, meninos e meninas de até 12 anos encontram roupas com reduções entre 20% e 70%. Saem por R$ 67,00 a camisa e a saia com elástico e renda. O vestido desce para R$ 125,50.

■ Sarah Chofakian: de estilo inconfundível, os sapatos são feitos a mão. Modelos que já saíram de linha (mas continuam na moda) custam a metade do preço no piso superior da unidade dos Jardins. O par de salto alto rosen baixa de R$ 995,00 para R$ 497,50.

ddd

Mercadinho Dalva e Dito: opção para lanchar bem sem gastar muito

Pit-stop que não pesa no bolso
(Clique no nome dos estabelecimentos para saber mais sobre eles)

■ Frevo 

Mercadinho Dalva e Dito

Pão de Queijo Haddok Lobo

Suco Bagaço

Temakeria & Cia

Gostou do roteiro? Deixei um comentário abaixo!

Continua após a publicidade
Publicidade