Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

Susana Vieira, Arlete Salles e Rosi Campos estrelam a comédia Amigas de Sorte

Em entrevista a Vejinha, diretor Homero Olivetto diz que gravações de 2018 pareciam "outra realidade" e fala sobre escolha certeira do elenco

Por Barbara Demerov Atualizado em 14 Maio 2021, 00h10 - Publicado em 14 Maio 2021, 06h00

O novo filme do diretor Homero Olivetto (Reza a Lenda) é uma ode ao companheirismo e às experiências que só podem ser fruto de uma amizade sincera. Com roteiro de Lusa Silvestre e argumento de Fernanda Young e Alexandre Machado, Amigas de Sorte é uma divertida história que toca em temas universais, tais como a vontade que as pessoas podem ter um dia de simplesmente “largar tudo” e viajar mundo afora.

No caso da comédia de Olivetto, o trio formado por Nelita (Susana Vieira), Nina (Arlete Salles) e Rita (Rosi Campos), fiéis companheiras desde a juventude, tem a imensa felicidade de ganhar uma fortuna na Mega Sena — depois de muito apostarem ao longo do tempo. Quando elas deparam com a possibilidade de embarcar juntas em uma aventura que vai muito além da zona de conforto (as três sempre moraram no bairro do Bexiga, em São Paulo), o longa-metragem garante seus momentos mais cômicos.

E, para Olivetto, o fato de Amigas de Sorte ser lançado em 2021, diretamente nas plataformas digitais, talvez possa trazer ao espectador o sentimento de nostalgia relacionado a viajar e sentir a liberdade do mundo pré-pandemia. “Só de lembrar da época das filmagens, que aconteceram em 2018, já me dá vontade de viajar. Parece que isso aconteceu em outra realidade. Filmamos em Montevidéu e Punta del Leste, além de, é claro, no Bexiga”, diz o diretor, em entrevista a Veja São Paulo.

As diferentes locações no Uruguai combinam com a sensação de realização que Nelita, Nina e Rita sentem ao se tornarem ricas e, principalmente, ainda mais unidas. A intimidade do trio é muito clara em tela, sem limitar-se aos momentos cômicos. As passagens dramáticas também demonstram a dedicação das veteranas, que sempre foram as primeiras escolhas do diretor e sua equipe.

“Elas estavam no topo da nossa lista. Susana é uma estrela, possui uma energia forte e isso pode ser visto assim que ela entra no set de filmagem. A Arlete é uma gênia, muito dedicada. É impressionante quanto ela se prepara para seu trabalho. E a Rosi é extremamente engraçada o tempo todo. Chegamos nas três por isso. A energia, a genialidade e o humor de cada uma se complementam”, declara Olivetto, antes de explicar que, por mais que pareça que o filme tenha momentos de improviso (especialmente nas situações mais inusitadas durante a viagem ao Uruguai), as atrizes puderam trazer bastante naturalidade ao roteiro, tornando-o mais fluido.

Para Olivetto, seu novo filme é um exemplar leve e agradável sobre a importância de aceitar as diferenças do outro. “A história fala sobre respeitar a diversidade. Nina, Rita e Nelita foram criadas de jeitos diferentes, têm visões de mundo variadas. Porém, quando estão juntas, transformam tudo em uma experiência de empatia e amor ao próximo. Elas derrubam preconceitos de idade, orientação sexual, sobre o papel da mulher… E a amizade tem papel positivo nesse processo.”

Amigas de Sorte estreia nas plataformas NOW, Looke, SKY, VIVO, Oi, iTunes e Google Play em 17 de maio

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 19 de maio de 2021, edição nº 2738

Continua após a publicidade
Publicidade