Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
A Tal Felicidade Saúde, bem estar e alegria para os paulistanos

Harmonia nas relações: uma jornada de pais e filhos

Para Benedita Abreu, pais que dizem mais “eu te amo” aos filhos dão a eles maior autoestima e autoaceitação

Por Benedita Abreu em depoimento a Helena Galante Atualizado em 7 out 2021, 22h22 - Publicado em 8 out 2021, 06h00

COOPERAÇÃO EM FAMÍLIA

O sonho de todos os pais é ter sucesso na formação dos filhos e entregar para a sociedade adultos saudáveis, equilibrados e felizes. Durante a jornada educacional, pais e educadores precisam contar com harmonia e equilíbrio emocional. Os filhos também têm o seu papel, mantendo-se cooperativos e assimilando com disciplina os ensinamentos. Para isso, precisam se sentir amados.

COMO DEMONSTRAR CARINHO

É preciso cultivar o respeito, primando pelo diálogo. Sendo respeitados, os filhos também aprendem a respeitar os pais e outras pessoas. Os nossos filhos precisam da nossa atenção e isso é de fundamental importância para que se portem de forma desejável e positiva.

MAIS ELOGIOS, SIM

As palavras de apoio colocadas de maneira correta e na hora certa demonstram às crianças a atenção e sintonia dos pais com elas. Pais sintonizados no amor e carinho com os filhos não devem se esquecer de elogiar as atitudes e o que veem de positivo neles. A maioria dos pais se apressa em críticas e tarda em elogiar.

IMPACTOS OPOSTOS

Diferentemente do reforço negativo, o elogio reforça o bom comportamento. Esse reforço positivo vai se prolongar e as crianças se esforçarão para melhorar. A autoestima dos nossos filhos é muito valiosa e, por isso, devemos lhes dar a máxima atenção e cuidar para que seja desenvolvida e ampliada.

CRIAÇÃO DE VÍNCULO

filhos que se sentem amados e respeitados admiram e respeitam seus pais, criam um vínculo de proteção e carinho, pois se sentem gratos pelo amor e pela dedicação que recebem.

ATENÇÃO AO STRESS

No dia a dia, a capacidade de educar dos pais é muito influenciada pelo nível de stress. e quem não vive sob stress? Quando as crianças são pequenas, pais menos resilientes e menos equilibrados podem, em seus momentos de crise, descarregar o stress que estão sofrendo nos seus filhos. Um dia pesado no trabalho, problemas econômicos e desavenças entre o casal podem resultar, muitas vezes, em gritos com os filhos sem que haja uma razão plausível e lógica.

EVITAR ARREPENDIMENTOS

Muitos pais vão experimentar em algum momento da vida um problema emocional que poderá interferir na sua habilidade de desempenhar com equilíbrio e eficácia a sua parentalidade. Isso pode levá-los a tomar atitudes das quais em seguida ou mais tarde se arrependerão.

Continua após a publicidade

A IMPORTÂNCIA DO “EU TE AMO”

Quando os filhos se sentem amados, aceitos, importantes, isso constitui toda a sua base e torna possível que eles desenvolvam o seu potencial para aumentar a autoestima e sejam felizes. Aconselho aos pais que digam várias vezes “eu te amo”. Repitam sempre! É muito importante transmitir essa mensagem de amor.

FELICIDADE DE PAIS E FILHOS

Foram nortes como esses que me levaram a escrever meu primeiro livro, em que coloco a importância tanto da felicidade dos pais quanto dos filhos. Juntos, descobrimos o que é possível fazer para sermos todos mais felizes e cultivar mais harmonia nas relações.

Uma mulher posa com uma das mãos perto do queixo e blusa vermelha. Ela olha para a câmera
Benedita Abreu Divulgação/Divulgação

Benedita Abreu é médica e autora do livro Como Se Criam Filhos Assim? Uma História de Sucesso, lançado pela editora Autografia.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 13 de outubro de 2021, edição nº 2759

  • Continua após a publicidade
    Publicidade