Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
A Tal Felicidade Saúde, bem estar e alegria para os paulistanos

Esperança de corpo, mente e alma

Para a Cristiane Chaves, médica especialista em radioterapia e oncologia, a meditação é imprescindível para pacientes e profissionais de saúde

Por Cristiane Chaves em depoimento a Helena Galante Atualizado em 23 set 2021, 18h42 - Publicado em 24 set 2021, 06h00

CHOQUE DE REALIDADE

Quando eu tinha 16 anos, minha irmã ficou muito doente. Nossa família se mudou para o interior, em Sorocaba, mas vínhamos muito a São Paulo para fazer o tratamento. Observando como ela reagia, brotou em mim uma sementinha de que a saúde do corpo não estava dissociada da mente.

DE FRENTE COM O SOFRIMENTO

Antes de entrar na Universidade federal do triângulo Mineiro, em Uberaba, já amava oncologia, mas a paixão se perdeu um pouco durante os estudos. No estágio no AC Camargo Cancer Center, eu me apaixonei pela radioterapia. Não era nada do que eu tinha em mente, mas me encantei pelas possibilidades e decidi me aprofundar na faculdade de Medicina de São Paulo, na USP. No período de residência no Hospital das Clínicas, fiquei de frente com muito sofrimento. comecei a me questionar por que, e fui procurar a parte espiritual.

SINCRETISMO RELIGIOSO

Nasci numa família católica, mas sempre estranhei a espiritualidade fazer parte da nossa rotina só aos domingos. frequentei o espiritismo, participei de um grupo evangélico, encontrei calma na Seicho-no-ie. Durante o enfrentamento de uma síndrome de Burnout, o mindfulness budista e a meditação transcendental fizeram muito bem para mim. Atualmente, não tenho nenhuma religião, mas acredito que a meditação é imprescindível para pacientes e profissionais de saúde.

RETRIBUIR A GRATIDÃO

Durante a residência em radioterapia, visitei o Hospital St Jude. Acompanhando crianças e pais que fizeram o tratamento, senti o amor em forma de gratidão. Num momento tão delicado da vida dessas pessoas, percebi que poderia contribuir de forma mais significativa. Descobri na oncologia integrativa, na oncologia nutricional e nos cuidados paliativos ferramentas importantes.

ESPIRITUALIDADE E CIÊNCIA

Cada vez surgem mais artigos que estudam como a espiritualidade não está desconectada da ciência. A ciência estuda tudo o que é importante para o ser humano, então é imprescindível difundir qual é o impacto do contato com a espiritualidade na diminuição de substâncias inflamatórias no corpo ou no aumento da expectativa de vida para pessoas saudáveis. São impactos determinantes, que deveriam estar num outdoor.

Continua após a publicidade

SINO DA ESPERANÇA

Em 2018, participei da fundação da ONG Ring the Bell. Nosso objetivo é desmistificar o câncer e realizar ações com o objetivo de prevenir, motivar e prover informação qualificada aos pacientes que enfrentam a doença e também aos seus familiares. A cerimônia do sino foi criada para celebrar o término dos ciclos de tratamento. Ao badalar o sino, os pacientes comemoram sua vitória e incentivam outros pacientes a persistir no tratamento.

Mulher negra sorri para foto. Ela está em um local com flores roxas atrás dela e cabelos dela voam ao vento
Cristiane Chaves Divulgação/Divulgação

Cristiane Chaves (@cristianelgchaves) é médica especialista em radioterapia pediátrica e oncologia integrativa. instrutora de meditação e palestrante, é fundadora do programa on-line Mind-Body Medicine e cofundadora da ONG Ring the Bell.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 29 de setembro de 2021, edição nº 2757

  • Continua após a publicidade
    Publicidade