Clique e assine por apenas 6,90/mês
Na Plateia Por Dirceu Alves Jr. Tudo sobre teatro

“Tubarão Banguela”, de Rita Batata: perigo na beira da praia

A comédia dramática, escrita e dirigida pela atriz, parte de uma interessante premissa para traçar o perfil de diferentes personagens

Por Dirceu Alves Jr. - 8 Nov 2018, 19h12

A atriz paulistana Rita Batata, de 32 anos, criou a dramaturgia de Tubarão Banguela e estreia firme como diretora da peça. Ambientada em uma praia, a comédia dramática parte de uma interessante premissa para traçar o perfil de diferentes personagens. Um perigo à beira-mar se anuncia, e cada um dos frequentadores da orla precisa lidar com a adversidade iminente.

Entre eles aparecem um velho solitário (interpretado por Leandro D’Errico), que aproveita o sol ao lado de seu cachorro (representado por Rafael Lozano), e uma moça entediada (papel de Mariana Leme) por causa do namorado surfista. Atento à movimentação, um piloto (o ator Rafael Pimenta) ainda precisa administrar os conflitos com a ex-mulher (também feita por Mariana) e falha na atenção dispensada à filha pequena (a atriz Bella Marcatti).

A diretora explora a versatilidade dos atores, que se revezam ainda em outros tipos, como um policial, um escrivão, um repórter e a filha do idoso. Lozano e Bella são destaques, principalmente pelo desafio de interpretar um cachorro e uma criança sem caricaturas. Mariana e D’Errico aproveitam as chances dramáticas, enquanto Pimenta se revela na pele do piloto.

Em um painel fragmentado, Rita explora saltos de tempo e espaço, fugindo da linearidade e do realismo, sem perder a atenção do espectador (80min). 14 anos. Estreou em 26/10/2018.

Continua após a publicidade

+ Teatro Sérgio Cardoso — Sala Paschoal Carlos Magno. Rua Rui Barbosa, 153, Bela Vista. Sexta e sábado, 19h30; domingo e segunda, 20h. R$ 20,00. Até o dia 26.

Publicidade