Clique e assine por apenas 6,90/mês
Na Plateia Por Dirceu Alves Jr. Tudo sobre teatro

Prêmio Shell de Teatro: indicados do segundo semestre de 2017

O troféu será entregue em março de 2018

Por Dirceu Alves Jr. - Atualizado em 9 Jan 2018, 11h52 - Publicado em 20 Dec 2017, 19h41

O Prêmio Shell de Teatro divulgou nesta quarta-feira (20) os finalistas à trigésima edição em São Paulo. O troféu mais cobiçado do teatro paulistano será entregue em março de 2018. Os nomes em negrito foram os anunciados em relação aos meses de agosto a dezembro e completam a lista do primeiro semestre. O prêmio especial vai homenagear o ator Ney Latorraca.

Confira abaixo os indicados:

Preto: Renata Sorrah em nova montagem com a Cia. Brasileira de Teatro Nana Moraes/Divulgação

Autor:

Angela Ribeiro por “Refluxo”

Munir Pedrosa e Herbert Bianchi por “Hotel Mariana

Marcio Abreu, Grace Passô e Nadja Naira por “Preto

Newton Moreno por “Imortais

O elenco dirigido por Villela: ação evoca as gafieiras dos anos 50 João Caldas/Veja SP

Direção:

Continua após a publicidade

Eric Lenate por “Refluxo”

Continua após a publicidade

Nelson Baskerville por “Eigengrau – No Escuro”

Bia Lessa por “Grande Sertão: Veredas

Gabriel Vilella por “Boca de Ouro

Caio Blat é Riobaldo em ‘Grande Sertão: Veredas’ Roberto Pontes/Veja SP

Ator:

Ary Fontura por “Num Lago Dourado”

Sergio Guizé por “Oeste Verdadeiro”

Caio Blat por “Grande Sertão: Veredas

Continua após a publicidade

Daniel Warren por “Ponto de Vista de um Palhaço

Denise Fraga e Tuca Andrada em cena de 'A Visita da Velha Senhora'
Denise Fraga e Tuca Andrada em cena de ‘A Visita da Velha Senhora’ Cacá Bernardes/Veja SP

Atriz:

Amanda Lyra por “Quarto 19”

Ilana Kaplan por “Baixa Terapia”

Mel Lisboa por “Boca de Ouro

Denise Fraga por “A Visita da Velha Senhora

Danilo Grangheia Patricia Cividanes/Divulgação

Cenário:

Eric Lenate por “Refluxo”

Continua após a publicidade

Veronica Valle e Mateus Viana por “Constelações”

Marisa Bentivegna por “Enquanto Ela Dormia

Daniela Thomas e Felipe Tassara por “Selvageria

Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello estreiam o musical Cantando na Chuva Reinaldo Canato/Veja SP

Figurino:

Bia Pieratti, Carol Reissman e Lenin Cattai por “Pessoas Brutas”

Telumi Hellen por “Esperando Godot”

Ronaldo Fraga por “A Visita da Velha Senhora

Fabio Namatame por “Cantando na Chuva”

Continua após a publicidade
Dilúvio: Maria de Lima, Ana Gabi e Beatrice Sayd Roberto Setton/Divulgação

Iluminação:

Adriana Ortiz por “Monólogo Público”

Domingos Quintiliano por “Constelações”

Wagner Pinto por “Dilúvio”

Aline Santini por “A Serpente”

Michele Matalon, Helena Ignez e Djin Sganzerla em cena de 'Tchekhov É um Cogumelo'
Michele Matalon, Helena Ignez e Djin Sganzerla em cena de ‘Tchekhov É um Cogumelo’ André Guerreiro Lopes/Veja SP

Música:

Marcelo Pellegrini por “Pagliacci”

Wagner Passos por “Fuente Ovejuna”

Continua após a publicidade

Gregory Slivar por “Tchekhov é um Cogumelo

Egberto Gismonti por “Grande Sertão: Veredas

Inovação:

Mundana Companhia pela ocupação de espaços urbanos não convencionais com a adaptação do espetáculo “Na Selva das Cidades” de Bertolt Brecht.

Teatro de Contêiner Mungunzá pelo uso arquitetônico inédito voltado para o teatro, inserido em região degradada do Centro de São Paulo.

“Grupo XIX de Teatro” pela manutenção da sede na Vila Maria Zélia, zona leste, e parceria com artistas de áreas diversas.”Teatro do Sol” pela intensa atividade artística em diálogo direto com a plateia da zona norte.

 

Publicidade