“Chopin ou O Tormento do Ideal”: o triunfo da delicadeza

Dirigidas por José Possi Neto, a atriz Nathalia Timberg e a pianista Clara Sverner protagonizam recital sobre o compositor polonês

Depois de rápidas passagens pela cidade no fim de 2017, Chopin ou O Tormento do Ideal engata temporada no Teatro Porto Seguro. O recital dramático, concebido por Philippe Etesse, ganhou delicada direção de José Possi Neto numa celebração em torno de três grandes artistas, a atriz Nathalia Timberg, a pianista Clara Sverner e o compositor Frédéric Chopin (1810-1849).

Nathalia dá voz e corpo ao gênio polonês sem recorrer a artifícios corriqueiros ou trejeitos masculinos. Em um misto de dor e obstinação, a intérprete vence o desafio de representá-lo por meio de fragmentos biográficos, cartas e poemas de Musset, Liszt e Baudelaire, entre outros. Enquanto Nathalia dribla os limites da própria memória no extenso texto, Clara Sverner faz a bela e certeira costura na execução de obras de Chopin e encanta o público (70min). 14 anos. Estreou em 27/10/2017.

+ Teatro Porto Seguro. Alameda Barão de Piracicaba, 740, Campos Elíseos. Sexta, 21h; sábado e domingo, 19h. R$ 50,00 e R$ 80,00. Até domingo (18).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s