Dirceu Alves Jr.

Na Plateia

Tudo sobre teatro

“Com Amor, Brigitte”, protagonizado por Bruna Thedy, mostra a diva reclusa no Brasil

Uma das maiores estrelas de todos os tempos, a francesa Brigitte Bardot se tornou mito para ganhar a eternidade no imaginário dos cinéfilos.  No auge do sucesso, lá pelo início da década de 70, a atriz deixou os holofotes em nome das causas ecológicas bem antes de tal atitude ser moda ou gerar mídia politicamente correta. + […]

Bruna Theddy em "Com Amor, Brigitte": estreia prometida para 26 de fevereiro

Bruna Thedy em “Com Amor, Brigitte”: estreia prometida para 26 de fevereiro

Uma das maiores estrelas de todos os tempos, a francesa Brigitte Bardot se tornou mito para ganhar a eternidade no imaginário dos cinéfilos.  No auge do sucesso, lá pelo início da década de 70, a atriz deixou os holofotes em nome das causas ecológicas bem antes de tal atitude ser moda ou gerar mídia politicamente correta.

+ Renato Andrade inaugura exposição e mostra de repertório no Augusta.

A imagem da diva encurralada pela fama e ávida por privacidade inspirou o dramaturgo paulistano Franz Keppler a escrever “Com Amor, Brigitte”, peça que ganha direção de Fábio Ock e tem estreia prometida para 26 de fevereiro no Pequeno Auditório do Masp. O espaço, com oitenta lugares, será retomado depois de mais de dez anos fechado.

+ De cara limpa, Paulo Miklos estreia no teatro como Chet Baker.

Nesse recorte ficcional, a atriz Bruna Thedy carrega a responsabilidade de reproduzir o encanto e as angústias da protagonista de “E Deus Criou a Mulher…” (1956) e “O Desprezo” (1963). Brigitte visitou o Brasil em 1964 e, chocada com o assédio dos jornalistas e fãs, passou quatro dias trancada em um apartamento no Rio de Janeiro. A única companhia foi um camareiro – interpretado por André Correa –, testemunha de sua reclusão, antes de seguir para Búzios e tornar o balneário fluminense um destino internacional. Firme em sua discrição, Brigitte, aos 81 anos, vive num vilarejo no sul da França e, pelas imagens do fotógrafo Jefferson Pancieri, abençoaria Bruna Thedy.

Bruna Theddy como Brigitte Bardot: diva reclusa no Rio de Janeiro (Fotos: Jefferson Pancieri)

Bruna Thedy como Brigitte Bardot: diva enclausurada no Rio de Janeiro (Fotos: Jefferson Pancieri)

Quer saber mais sobre teatro? Clique aqui.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s