Picolé Magnum ganha pop up store no Shopping Iguatemi

Quando funcionou em São Paulo pela primeira vez, de outubro de 2012 a fevereiro deste ano, a pop up store da Magnum fez um tremendo sucesso entre os paulistanos. Adultos e crianças enfrentaram filas de espera em frente ao imóvel da Rua Melo Alves, nos Jardins, para personalizar o próprio picolé. A boa-nova da temporada […]

O quiosque: em funcionamento no Shopping Iguatemi até abril de 2014

O quiosque: em funcionamento no Shopping Iguatemi até abril de 2014

Quando funcionou em São Paulo pela primeira vez, de outubro de 2012 a fevereiro deste ano, a pop up store da Magnum fez um tremendo sucesso entre os paulistanos. Adultos e crianças enfrentaram filas de espera em frente ao imóvel da Rua Melo Alves, nos Jardins, para personalizar o próprio picolé. A boa-nova da temporada de calor é que a loja-conceito da marca de sorvetes reabriu na cidade nesta quarta (11), em novo ponto, e deve permanecer ativa até abril de 2014.

Agora chamada de Magnum Pleasure Spot (antes era Magnum Store), resume-se a um quiosque no Shopping Iguatemi. Apesar da mudança de nome e de endereço, a proposta é a mesma. Os clientes escolhem mergulhar o palito de creme em calda de chocolate belga ao leite, meio amargo, amargo ou branco e turbiná-lo com até três opções de confeito. Cada unidade custa R$ 12,00 (no ano passado o preço era R$ 9,00).

O picolé pronto: casquinha de chocolate meio amargo, farofa de paçoca, crocante de doce de leite e coco desidratado

O picolé pronto: chocolate meio amargo, paçoca, crocante de doce de leite e coco

Eu estive lá hoje e montei um picolé com casquinha de chocolate meio amargo mais farofa de paçoca, crocante de doce de leite e tiras de coco desidratado. Ficou bem brasileiro e equilibrado. Completam a lista de toppings avelã torrada, crispy de chocolate branco, granulado de chocolate amargo ou ao leite, cacau nibs, pipoca doce, pistache, raspas de chocolate branco e suspiro.

Para saber mais sobre o projeto, conversei com a gerente de marketing da Kibon, Isabel Masagão. A entrevista você confere abaixo:

Outras cidades do mundo já receberam lojas da Magnum. Em todos os casos elas foram temporárias, como ocorre aqui em São Paulo? Sim, sempre foram pop up, temporárias. O nosso objetivo é apresentar a marca e proporcionar uma experiência ao consumidor. Essas lojas não visam o lucro.

As lojas-conceito da Magnum são iguais em todos os países? Como a ideia deu muito certo, a Unilever se especializou. Se você for a uma loja em São Paulo, na Cidade do México, em Paris ou em Istambul vai encontrar a mesma coisa.  Só os toppings que são personalizados conforme o país. A paçoca, por exemplo, não tem em nenhum outro lugar do mundo. E, por incrível que pareça, é um dos confeitos que mais saem por aqui.

No ano passado, o público chegou a fazer filas para entrar na loja. Vocês haviam previsto essa repercussão? O sucesso em São Paulo superou as nossas expectativas. Em 2012, tivemos que contratar mais gente para a equipe logo na primeira semana de funcionamento da loja! E o período também foi expandido. Inicialmente, a Magnum Store ficaria aberta de outubro a dezembro, mas acabou se estendendo até fevereiro.

Quais outras ações surgiram no embalo da Magnum Store? Como deu muito certo na capital, nós pensamos em um jeito de levar a experiência para o resto do estado de São Paulo. Dai surgiu o Magnum Truck, caminhão que circulou por diversas cidades do interior oferecendo exatamente a mesma proposta de personalizar os picolés. E foi bacana porque as vendas de apenas um dia em Valinhos foram maiores que as da loja de Londres durante as Olimpíadas.

Esse “truck” tem tudo a ver com a questão da comida de rua. Com a regulamentação, o caminhão deverá circular pela capital? Quem sabe? Não existe nenhum plano formal. Mas foi um sucesso no interior e tudo o que é sucesso pode voltar. Uma coisa é fato: essa experiência da Magnum deu muito certo e a gente quer continuar com ela.

SERVIÇO

Loja: Magnum Pleasure Spot  (clique para mais informações)
Onde
: Shopping Iguatemi, piso térreo
Quando: diariamente, até abril de 2014

S.B.

VEJA TAMBÉM:

+ Comida de rua quase legalizada

+ Uma ótima rabanada – porque já é quase Natal

+ Granolas e barrinhas de cereais feitas sob medida

+ Avaliamos vinte panetones que custam até 20 reais

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s