Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Delícia de Conta Por Comidinhas Dicas de comidinhas com bom custo-benefício e notas sobre promoções que agradam tanto o paladar quanto a carteira

Padarias gourmets: para comer bem e pagar barato

Quando se trata da palavra “gourmet”, em que time você está? Tem quem odeie tudo que se autoproclame gourmet – acha metido a besta e quase sempre caro (o que em muitos casos é verdade). Do outro lado, há os entusiastas, que ao lerem gourmet logo imaginam um produto com um toque especial e delicioso […]

Por Helena Galante Atualizado em 26 fev 2017, 22h18 - Publicado em 4 abr 2014, 11h13

Quando se trata da palavra “gourmet”, em que time você está? Tem quem odeie tudo que se autoproclame gourmet – acha metido a besta e quase sempre caro (o que em muitos casos é verdade). Do outro lado, há os entusiastas, que ao lerem gourmet logo imaginam um produto com um toque especial e delicioso (o que em muitos casos também é verdade).

+ Quitutes mais gostosos de padarias

Aqui no Delícia de Conta torcemos pelo empate nessa briga. Como? Vamos mostrar que dá para comer pedidas MUITO gostosas em padarias do tipo gourmet mas sem pagar muito, no máximo R$ 10,00 por pessoa.

Para uma pedida muito singela e baratinha, vá até a Benjamin Abrahão Mundo dos Pães (clique no nome do estabelecimento para conferir o horário de funcionamento e endereço).

 

Broa mineira da Benjamin Abrahão: R$ 2,50 (Foto: Mario Rodrigues)

Broa mineira da Benjamin Abrahão: R$ 2,50 (Foto: Mario Rodrigues)

Leve para casa a broa mineira, por R$ 2,50 a unidade, de textura leve e um toque de erva-doce.

Das padarias de tradição portuguesa, vale conhecer A Quinta do Marquês (clique no nome do estabelecimento para conferir o horário de funcionamento e endereço). Um pastel de nata – que todo mundo chama de pastel de Belém, não tem jeito – sai por R$ 4,80.

Quem tem preconceito contra mortadela é porque nunca foi até a vencedora na categoria padarias da última edição “Comer & Beber”, a Julice Boulangère (clique no nome do estabelecimento para conferir o horário de funcionamento e endereço).

 

Ciabatta de mortadela e pistache: R$ 5,50 (Foto: Mario Rodrigues)

Ciabatta de mortadela e pistache: R$ 5,50 (Foto: Mario Rodrigues)

A mortadela, esse delicioso embutido, aparece em cubos do lado de pistache, salpicado na massa do pão ciabatta. Uma unidade custa R$ 5,50.

Paladares mais arredios a invencionices podem ficar só no filão italiano de R$ 6,00 da Italianinha (clique no nome do estabelecimento para conferir o horário de funcionamento e endereço). De tão fora do eixo Itaim-Jardins, o endereço no coração do Bixiga é quase hipster.

Entre as casas mais concorridas da cidade hoje em dia está a Santo Pão (clique no nome do estabelecimento para conferir o horário de funcionamento e endereço).

Focaccia: o pedaço é cortado na hora e vendido por quilo, a R$ 60,00 (Foto: Mario Rodrigues)

Focaccia: o pedaço é cortado na hora e vendido por quilo, a R$ 60,00 (Foto: Mario Rodrigues)

A focaccia com sal grosso e alecrim é vendida por quilo (R$ 60,00). O cliente escolhe na hora o tamanho do pedaço. Uma porção pequena costuma ficar entre R$ 4,50 e R$ 6,00, na média.

Para se sentir na França, vale dar um pulo aos fins de semana na Padaria Artesanal Orgânica, a PÃO  (clique no nome do estabelecimento para conferir o horário de funcionamento e endereço).

Gougère (R$ 6,30): apenas aos sábados e domingos (Foto: Fernando Moraes).

Gougère (R$ 6,30): apenas aos sábados e domingos (Foto: Fernando Moraes).

Continua após a publicidade

Uma espécie de pão de queijo muito mais leve, o gougère custa R$ 6,30, mas só entra na vitrine de sábado e domingo.

Um brioche é a pedida na ótima Marie-Madeleine Boutique Gourmet (clique no nome do estabelecimento para conferir o horário de funcionamento e endereço).

 

Brioche com laranja, limão e gengibre: R$ 7,50 (Foto: Fernando Moraes).

Brioche com laranja, limão e gengibre: R$ 7,50 (Foto: Fernando Moraes).

Mas não se trata de um brioche qualquer. É um brioche com três perfumes: limão, laranja e gengibre, que custa R$ 7,50.

Ainda nas influências francesas, experimente namorar a vitrine da Le Vin Boulangerie (clique no nome do estabelecimento para conferir o horário de funcionamento e endereço).

 

Croissant de amêndoa: R$ 7,80 o grande (Foto: Mario Rodrigues).

Croissant de amêndoa: R$ 7,80 o grande (Foto: Mario Rodrigues).

O croissant de amêndoa pequeno sai por R$ 4,80 e o grande R$ 7,80. É amor a primeira mordida.

Quem gosta de badalação tem que passar na minúscula Mr. Baker (clique no nome do estabelecimento para conferir o horário de funcionamento e endereço).

Gotozo: o pão com requeijão na chapa custa a partir de R$ 8,30 (Foto: Fernando Moares)

Gotozo: o pão com requeijão na chapa custa a partir de R$ 8,30 (Foto: Fernando Moares)

Para começar bem o dia, peça o gotozo. É um pão com uma camada grossa de requeijão bem consistente que vai para a chapa até formar uma casquinha crocante. Custa R$ 8,30 no pão francês e R$ 10,90 nos pães especiais.

Endereço da modinha, gourmet até o último farelo de pão orgânico, é a Le Pain Quotidien (clique no nome do estabelecimento para conferir o horário de funcionamento e endereço).

Pão de nozes: meia porção custa R$ 12,00 e serve duas pessoas (Foto: Fernando Moraes)

Pão de nozes: meia porção custa R$ 12,00 e serve duas pessoas (Foto: Fernando Moraes)

O pão de nozes pesa 1,5 quilo. Mas é possível comprar metade dele, por R$ 12,00. A dica é levar para casa, cortar em fatias e fazer um sanduíche bem gostoso. Com meio pão, duas pessoas fazem um lanche substancioso.

Quer mais dicas de onde comer hoje?

Clique aqui: Comida & Bebida, o melhor da cidade

H.G.

Continua após a publicidade
Publicidade