Clique e assine por apenas 6,90/mês
Delícia de Conta Por Gabrielli Menezes Dicas de comidinhas com bom custo-benefício e notas sobre promoções que agradam tanto o paladar quanto a carteira

Batalha da mortadela: quanto custa o lanche no Mercadão

Nos fins de semana, encarar uma longa espera para comer no Mercadão é inevitável. Mais onipresentes que as filas, só os lanches de mortadela! Tanto os boxes especializados no pastel de bacalhau quanto as padarias e alguns empórios lá de dentro fazem o tal sanduíche. + Lugares gostosos para comer no Mercadão + Localize-se: veja o […]

Por Helena Galante - Atualizado em 26 Feb 2017, 20h58 - Publicado em 12 Sep 2014, 20h19

Nos fins de semana, encarar uma longa espera para comer no Mercadão é inevitável. Mais onipresentes que as filas, só os lanches de mortadela! Tanto os boxes especializados no pastel de bacalhau quanto as padarias e alguns empórios lá de dentro fazem o tal sanduíche.

+ Lugares gostosos para comer no Mercadão

+ Localize-se: veja o nosso mapa interativo do Mercadão

A regra do exagero vale para todas as casas. Quanto maior e mais difícil de morder de uma vez só, melhor (para eles, não para a nossa circunferência e maxilar).

Continua após a publicidade

Testei duas opções de preços e marcas do embutido diferentes. A primeira é o BAR DO MANÉ, banca aberta em 1933 que se auto-proclama a pioneira no Mercadão em matéria de lanche de mortadela.

O pioneiro: lanche no Bar do Mané custa R$ 16,00 (Foto: Divulgação)

O pioneiro: lanche no Bar do Mané custa R$ 16,00 (Foto: Divulgação)

Eles usam o embutido da marca Ceratti numa porção muito generosa, de perto de 300 gramas. Um funcionário fica o tempo inteiro fatiando a peça gigante, para dar conta da demanda da chapa. Num único sábado, eles chegam a contabilizar 2000 sanduíches vendidos.

O lanche tradicional custa R$ 16,00. Com acréscimo de queijo (o favorito do público), sobe para R$ 17,00. Novidade lançada há menos de um ano, a versão com cheddar e bacon é ainda mais desafiadora, além da mortadela, o pão é recheado por cinco fatias gordas de toucinho. Nesse caso, o preço é de R$ 22,00.

Continua após a publicidade

Mais recente, o boxe da MORTADELA BRASIL no mezanino é igualmente concorrido. As filas para as mesas podem chegar a uma hora, mas quem quiser  o lanche para viagem, pode fazer o pedido direto no caixa e levá-lo em embalagem de isopor.

O espaço foi inaugurado em 2004, quando o Mercadão foi reformado para ganhar uma praça de alimentação no mezanino.

O que impressiona no cardápio é a variedade de composições de lanche com mortadela. O chamado coliseu (R$ 22,00), por exemplo, leva queijo mussarela, cebola, tomate e alho cru. A versão tradicional, que leva os mesmos 300 gramas de mortadela – só que da marca Marba – tem o preço quase 10% mais caro, custa R$ 17,50.

Mortadela Brasil: mais variedade de recheios, como o coliseu (Foto: Fernando Perelmutter/Divulgação)

Mortadela Brasil: mais variedade de recheios, como o coliseu (Foto: Fernando Perelmutter/Divulgação)

Continua após a publicidade

Qual se sai melhor? No fim, as versões tradicionais dos dois boxes são muito parecidas. Ambas são quase impossíveis de terminar e ficam enjoativas no final. Mas programa turístico é programa turístico, certo? Se quiser encarar o folclore, parta para a opção pioneira, do Bar do Mané. Já provou várias vezes a variação tradicional e quer algo novo? O Mortadela Brasil pode ser uma melhor opção.

Para mais dicas de onde comer hoje, visita a home de Comidinhas da Veja São Paulo: vejasp.abril.com.br/comidinhas

H. G.

VEJA TAMBÉM:

+ Nove lugares para comer pastéis crocantes e sequinhos

Continua após a publicidade

+ O preço do cheese salada com fritas e refri nas lanchonetes mais antigas

Publicidade