Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
macarinbs.jpeg Delícia de Conta Por Comidinhas Dicas de comidinhas com bom custo-benefício e notas sobre promoções que agradam tanto o paladar quanto a carteira

Árabe sem frescuras

Em menos de uma semana, duas pessoas me recomendaram o Nilo Esfihas, em Pinheiros. Uma delas, a Sheila Braga de Oliveira, é inclusive leitora do nosso blog. Como onde há fumaça, há fogo, decidi experimentar. O salão, localizado no trecho final da Rua Cônego Eugênio Leite, quase na Avenida Rebouças, é do tipo sem frescuras: mesas […]

Por Helena Galante Atualizado em 27 fev 2017, 11h11 - Publicado em 27 mar 2013, 13h00

Em menos de uma semana, duas pessoas me recomendaram o Nilo Esfihas, em Pinheiros. Uma delas, a Sheila Braga de Oliveira, é inclusive leitora do nosso blog. Como onde há fumaça, há fogo, decidi experimentar.

O salão, localizado no trecho final da Rua Cônego Eugênio Leite, quase na Avenida Rebouças, é do tipo sem frescuras: mesas cobertas por aquele plástico grosso meio desconfortável, paredes de azulejo e televisão ligada na Sessão da Tarde. Nada disso importa perto da qualidade (e do preço) dos salgados árabes.

Primeiro, pedi uma esfiha aberta de queijo mussarela com alho:

 

Esfiha aberta de queijo e alho frito: R$ 4,60 (Foto: Helena Galante)

 

Ela é maior que a de outras casas do gênero e custa só R$ 4,60. Quem não é fã de alho frito (acrescentado em porções generosas, como mostra a foto acima), pode pedir a de carne por R$ 3,50.

Outro salgado bem gostoso é o quibe.

Quibe recheado: R$ 4,30 (Foto: Helena Galante)

 

A carne e o trigo são bem temperados por hortelã. O recheio é de catupiry, bastante catupiry. Puristas, não se assustem. Não é tradicional mas fica uma delícia, é o que importa.

Continua após a publicidade

 

Recheio: catupiry (Foto: Helena Galante)

 

No dia da visita, meu apetite não deu conta dos famosos beirutes da casa. Na próxima vez, vou lá comer o sanduíche mais barato: o beirute aladin, de mussarela, presunto, maionese, tomate e cebola. O pequeno custa R$ 14,00 e o grande, que dá para duas pessoas, R$ 20,00. Vamos?

 

H.G.

VEJA TAMBÉM:

 

+ O paraíso das frituras

+ Saga da coxinha – parte 2

 

Continua após a publicidade

Publicidade