Onde visitar as obras de Tarsila do Amaral com as crianças

Farol Santander inaugura mostra imersiva dedicada à artista na próxima terça (26), com 490 metros quadrados

Na mostra Tarsila Popular, em cartaz no Masp entre abril e julho, um dos comentários mais frequentes dizia respeito ao fato de o público ter estudado a artista na escola. Foi essa relação que inspirou as curadoras Patricia Engel Secco, Karina Israel e Tarsilinha, sobrinha-neta de Tarsila do Amaral, a montar Tarsila para Crianças. Os 490 metros quadrados serão divididos entre peças como Abaporu (1928) e Sol Poente (1929). Mas não há originais em exposição: a brincadeira é “entrar” nas obras com video mapping, cheiros, sons e elementos cenográficos. No espaço Papo com Abaporu, o visitante poderá fazer perguntas ao gigante, como “Por que seu pé é tão grande?” ou “Para que time você torce?”. Ele responderá tudo via inteligência artificial, com a plataforma Watson — a mesma utilizada no projeto A Voz da arte, na Pinacoteca, em 2017. Farol Santander. Rua João Brícola, 24, centro, ☎ 3553-5627. Terça a domingo, 9h às 20h. R$ 25,00. Estreia prometida para a terça (26). Até 2 de fevereiro.

Mas afinal, onde estão os originais? Confira abaixo alguns dos lugares de São Paulo com obras originais da artista em exposição:

Pinacoteca

Há sete obras da artista em exibição, entre estudos e quadros. A que mais chama atenção é Antropofagia (1929). Praça da Luz, 2, ☎ 3324-1000. Quarta a segunda, 10h às 17h30. R$ 10,00. Grátis aos sábados.

Antropofagia (1929): uma das obras de Tarsila do Amaral (1886-1973) em cartaz na exposição da pintora paulista no Masp

Antropofagia (1929): uma das obras de Tarsila do Amaral (1886-1973) em cartaz na exposição da pintora paulista no Masp (Divulgação/Divulgação)

MAC USP

Aqui está exposta A Negra (1923), acompanhada de outros treze quadros e estudos da pintora. Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301, Ibirapuera, ☎ 2648-0254. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis.

 (ROMULO FIALDINI/Divulgação)

Palácio dos Bandeirantes

A sede do governo é a atual casa de Operários (1933), que antes ficava em Campos do Jordão. Avenida Morumbi, 4500, Morumbi, ☎ 2193-8282. Segunda a sexta, 10h às 16h. Grátis.

Operários (1933), de Tarsila do Amaral: de casa nova, no Palácio dos Bandeirantes

Operários (1933), de Tarsila do Amaral: de casa nova, no Palácio dos Bandeirantes (JORGE BASTOS/Divulgação)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s