Conheça 21 programas que toda criança paulistana precisa fazer

A seleção inclui opções pagas e gratuitas para curtir durante as férias

Conhecer todos os cantinhos de São Paulo não é tarefa fácil. Com uma ampla gama de lugares, serviços e atividades, a cidade atende bem todos os públicos. Mas, há alguns endereços que se sobressaem e são boas pedidas para crianças (e adultos) explorarem durante as férias escolares. Confira a seleção:

1. Próximo do Centro de São Paulo, o Catavento Cultural e Educacional reúne cerca de 250 atrações e atividades relacionadas as áreas de biologia, química e astronomia. Lugar ideal para aprender brincando.

Museu Catavento

Museu Catavento (Bruno Niz/Veja SP)

2. Dica boa para os pais e mães acompanharem os filhos, o Museu do Futebol conta com um enorme acervo interativo que inclui a exposição temporária CONTRA-ATAQUE! As Mulheres do Futebol em cartaz até o dia 20 de outubro. Em visitas guiadas, o público ainda pode conhecer o campo do Estádio do Pacaembu. Durante o mês de junho, o museu exibe os jogos da Copa do Mundo de Futebol Feminina. Confira os dias e horários aqui.

Escada da exposição traz nomes e posições de jogadoras titulares da seleção brasileira

Escada da exposição traz nomes e posições de jogadoras titulares da seleção brasileira (Divulgação/Divulgação)

3. As peças infantis estão cada vez mais elaboradas, então vale dar um pulinho em um dos teatros da capital para conferi-las. Até o dia 28 de julho, o Teatro Folha exibe a peça Chapeuzinho Vermelho, com apresentações aos sábados e domingos e ingressos a 40 reais. Até o dia 30 de junho, as crianças também podem se divertir com  Os Três Porquinhos – O Retorno do Lobo Mau em cartaz no Teatro Dr. Botica (dedicado exclusivamente aos pequenos).

Teatro Dr. Botica

Teatro Dr. Botica (Alexandre Battibugli/Divulgação)

4. O Serviço Social do Comércio possui 21 unidades na grande São Paulo e a maioria com uma ampla programação infantil. Vale dar um pulinho nas unidades do Sesc Pompeia e Sesc Pinheiros para começar o passeio. Bônus: até o dia 27 de dezembro, o Sesc Interlagos promove o Programa Sesc de Esportes, com atividades físicas e esportivas voltadas para crianças entre 6 e 10 anos. Para mais informações, acesse o site.

Solário Sesc Pompeia Sesc Pompeia: solário para descansar durante a tarde

Sesc Pompeia: solário para descansar durante a tarde (Divulgação/Divulgação)

5. Conhecer a Sala São Paulo e o Theatro Municipal é imperdível. Duas boas pedidas para as crianças são os projetos Aprendiz de Maestroda Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer (Tucca) e Meu Primeiro Municipal, que apresentam música clássica de um jeito divertido.

Primeira vez no Municipal

Primeira vez no Municipal (Ricardo Kleine/Veja SP)

6. A escolha da profissão pode até estar longe, mas no KidZania a garotada consegue experimentar diferentes opções. Por ali há um quartel de bombeiros (com caminhão), um jornal para ser um fotógrafo, uma pizzaria para preparar a típica receita italiana e até um hospital (com direito a ambulância). Os valores de ingressos começam em 89 reais, para saber se o investimento vale a pena, confira aqui o depoimento exclusivo de uma mãe que visitou o parque. No mês de julho, o parque oferece pacotes com duração estendida. Para mais informações acesse.

KidZania Atividade piloto de aviao

No KidZania, a garotada pode experimentar ser piloto de avião

7. Há quase 13 anos na cidade, o Aquário de São Paulo serve de abrigo e moradia para diversos peixes, tamanduás e tubarões em uma espécie de navio naufragado. Também mora por lá um simpático casal de ursos polares. Os pacotes de ingressos variam entre 45 e 90 reais e algumas atrações são pagas separadamente. Uma delas é o aquário das sereias, que funciona de segunda a sexta, das 10h às 13h e das 14 às 17h, e nos finais de semana, das 10h às 18h.

sebatiao_moreira.jpeg Aquário de São Paulo: Apresentações das Sereias durante as férias

Aquário de São Paulo: Apresentações das Sereias durante as férias (Sebastião Moreira/Veja SP)

8. O Parque do Ibirapuera é um marco. Mas, o Planetário Professor Aristóteles Orsini, que fica lá dentro, pode ser um passeio diferente para quem está acostumado a passar correndo pelo parque. Ali olham-se as estrelas e alguns vídeos bem legais sobre viagens espaciais. Mas atenção, as sessões do Planetário nem sempre possuem datas definidas. Para não perder a viagem, é bom ficar de olho no site.

9. Pufes e mesas coloridas deixam a Biblioteca de São Paulo mais lúdica para a garotada, que pode participar de contações de histórias e oficinas gratuitas promovidas pelo núcleo educacional.

Parque do Ibirapuera: point para passeios e prática de exercícios

Parque do Ibirapuera: point para passeios e prática de exercícios (Thais Bittar/Veja SP)

10. Andar de patins, bicicleta ou skate na marquise do Parque do Ibirapuera ou no Parque Villa Lobos é sem sombra de dúvidas um passeio bem paulistano.

11. Visitar uma exposição na Pinacoteca é essencial. Para animar a criançada, no segundo domingo de cada mês rola o PinaFamília, com atividades lúdicas para envolver as crianças com acervo, além de uma apresentação do espetáculo PinaCanção — Uma História Cantada entre Pinturas. A peça conta a história de dois personagens que se encontram na Pinacoteca e recorrem a músicas para descobrir juntos os tons, texturas e escalas de cores que fazem parte do universo artístico. Até 15 de julho, acontece a exposição Cura Bra Cura Té, com esculturas interativas de Ernesto Neto. A mostra, que tem como centro um tronco oco preenchido com produtos protagonistas da economia brasileira ao longo da história (açúcar, café, ouro e soja), propõe aos visitantes uma pausa para respirar e refletir sobre ancestralidade.

Exposição propõe que os visitantes relaxem por um minuto

Exposição propõe que os visitantes relaxem por um minuto (Divulgação/Divulgação)

12. Ideal para os mais corajosos e apaixonados pelos animais, o Instituto Butantan cuida de diferentes serpentes e aracnídeos – há até quem passe a mão nesses animais.

13. Para gastar a bateria, o Museu da Imagem e do Som (MIS) promove algumas maratonas que duram o dia inteiro. São atividades, shows, peças e oficinas para todos os gostos.

14. Visitar os bichinhos no Zoológico de São Paulo pode ser bem fofo. O local conta com muitos filhotes e, por vezes, pede a opinião do público para batizá-los.

O macho Pororó: cuidados bucais até quatro vezes por semana

O macho Pororó: cuidados bucais até quatro vezes por semana (Antonio Milena/Veja SP)

15. No extremo da Zona Sul, o Borboletário Águias da Serra reúne mais de 2 000 borboletas para serem vistas de pertinho. Fique de olho: em caso de chuva, o funcionamento é suspenso; então, vale ligar antes de sair de casa.

16. Para os fãs da turminha do Bairro do Limoeiro, o Parque da Mônica é um sonho. Há brinquedos de todos os tipos e gostos, além de apresentações musicais bem animadas. O pacote para quatro pessoas custa 388 reais, para saber se vale a pena o investimento, leia aqui.

Com shows e brinquedos para todos os gostos, o Parque da Mônica encanta adultos e crianças

Com shows e brinquedos para todos os gostos, o Parque da Mônica encanta adultos e crianças (Mario Rodrigues/Veja SP)

17. Passar um domingo na Avenida Paulista, o ponto de referência da cidade. Aos domingos e feriados, a avenida é fechada para carros.

18. Que tal procurar o nome do seus avós e bisavós no Museu da Imigração? Por ali há um acervo de vídeos e materiais das pessoas que chegaram ao Brasil ainda em mil novecentos e bolinha.

19. Tentar escapar de uma das salas dos jogos de escapada é uma missão complexa, mas que ganha cenários divertidos. Há muitas casas e salas a serem exploradas, como Escape 60, Escape Júnior e Escape Hotel. Além de uma seleção especial feita exclusivamente para os pequenos.

Sala inspirada na série de televisão D.P.A . — Detetives do Prédio Azul, do canal Gloob

Sala inspirada na série de televisão D.P.A . — Detetives do Prédio Azul, do canal Gloob (Divulgação/Veja SP)

20. Escolher um dos parques de cama elástico para pular até cansar. Entre os endereços há o Jump Mania, o Altitude Park e o Urban Motion.

21. Visitar um centro cultural é ideal para um passeio mais calmo e educacional. Seguem três indicações: Centro Cultural Banco do Brasil, Centro Cultural FIESP e Centro Cultural São Paulo.

*Matéria atualizada em 07 de junho de 2019.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s