Clique e assine por apenas 6,90/mês
Últimas de São Paulo Por Blog Notícias quentes e bastidores da cidade

Restaurantes vão à Justiça para liberar foie gras

A Associação Nacional de Restaurantes (ANR), que representa empresários brasileiros do ramo de alimentação, decidiu entrar com uma ação direta no Tribunal de Justiça de São Paulo com pedido de liminar contra a lei sancionada ontem (25) pelo prefeito Fernando Haddad que proíbe a comercialização e produção do foie gras. + Chefs se revoltam nas redes sociais […]

Por VEJA SP - Atualizado em 26 Feb 2017, 15h49 - Publicado em 26 Jun 2015, 17h02
Foie gras: venda e produção proibida na cidade de São Paulo (Foto: Divulgação)

Foie gras: venda e produção proibida na cidade de São Paulo (Foto: Divulgação)

A Associação Nacional de Restaurantes (ANR), que representa empresários brasileiros do ramo de alimentação, decidiu entrar com uma ação direta no Tribunal de Justiça de São Paulo com pedido de liminar contra a lei sancionada ontem (25) pelo prefeito Fernando Haddad que proíbe a comercialização e produção do foie gras.

Chefs se revoltam nas redes sociais contra veto ao foie gras; Benny Novak chama Haddad de “asno”

Para o advogado da ANR, Carlos Augusto Pinto Dias, a cidade não pode, de acordo com a Constituição,  legislar sobre produção e consumo de alimentos. “A ANR não concorda com uma lei que é inconstitucional”, afirma. O pedido de liminar deve ser apresentado na próxima semana.

Continua após a publicidade

Haddad sanciona lei que proíbe produção e venda de foie gras

A lei que proíbe o foie gras é de autoria do vereador Laércio Benko (PHS). Foi aprovada por unanimidade na Câmara Municipal. Na ocasião, ficou vetado também o comércio de artigos nacionais ou importados feitos com pele de animais criados exclusivamente para a extração do couro.

+ Ativistas protestam na Prefeitura contra foie gras

Publicidade