Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Bichos Tudo sobre o mundo pet por Veja São Paulo. Quer sugerir uma pauta? Envie para alice.padilha@abril.com.br

Meu pet pode ser prejudicado pelo surto de ‘Aedes aegypti’?

DICA DO ESPECIALISTA Meu pet pode ser prejudicado pelo surto de Aedes aegypti? O dono deve fcar despreocupado em relação a zika, chikungunya e dengue, afrma Rodrigo Monteiro, professor de medicina veterinária da Universidade Anhanguera de São Paulo. Entretanto, os mosquitos da família Aedes e também pernilongos infectados podem transmitir diroflariose, mais comum em cães do que em gatos. Os sintomas, entre cansaço, desmaios […]

Por Carolina Giovanelli Atualizado em 26 fev 2017, 13h08 - Publicado em 19 fev 2016, 23h02

cachorro

DICA DO ESPECIALISTA

Meu pet pode ser prejudicado pelo surto de Aedes aegypti?
O dono deve fcar despreocupado em relação a zika, chikungunya e dengue, afrma Rodrigo Monteiro, professor de medicina veterinária da Universidade Anhanguera de São Paulo. Entretanto, os mosquitos da família Aedes e também pernilongos infectados podem transmitir diroflariose, mais comum em cães do que em gatos.

Os sintomas, entre cansaço, desmaios e convulsões, demoram até um ano para aparecer, fase em que o tratamento da doença se mostra bastante difícil. Vermes instalam-se em forma de novelo no coração do animal, obstruindo o fuxo sanguíneo. Existem coleiras com repelente e medicações que servem como prevenção. Consulte um veterinário para saber qual a opção mais indicada para seu pet.

+ Como fazer a adaptação entre um bebê recém-nascido e um cão?

Tem alguma dúvida? Envie para o e-mail bichosvejasp@abril.com.br.

Continua após a publicidade
Publicidade