Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Bichos Tudo sobre o mundo pet

Como proteger o pet dos barulhos de fogos de artifício nos jogos da Copa

Amanhã, terça (17), o Brasil joga novamente pela Copa do Mundo. Não é uma notícia tão boa para os pets quanto é para os humanos, pois os peludos sofrem com o estardalhaço dos fogos de artifício e cornetas. Relembro algumas dicas de como protegê-los nessa época (nunca é demais reforçar), dadas por um veterinário no […]

Por Carolina Giovanelli Atualizado em 26 fev 2017, 21h44 - Publicado em 16 jun 2014, 19h03
(Foto: Stock.xchng)

Ai, meus ouvidos! (Foto: Stock.xchng)

Amanhã, terça (17), o Brasil joga novamente pela Copa do Mundo. Não é uma notícia tão boa para os pets quanto é para os humanos, pois os peludos sofrem com o estardalhaço dos fogos de artifício e cornetas. Relembro algumas dicas de como protegê-los nessa época (nunca é demais reforçar), dadas por um veterinário no final do ano passado, às vésperas do Réveillon, outra comemoração para lá de barulhenta.

TV ligada distrai o cachorro sozinho em casa?

Como evitar que meu cão e meu gato fiquem atordoados com fogos de artifício?

Esses animais têm audição muito mais sensível do que a dos humanos, explica Eduardo Pacheco, diretor clínico do Hospital Veterinário Santa Inês. Ele recomenda isolá-los no ambiente mais calmo da casa. Feche os vidros e, caso ache necessário, coloque algodão em seus ouvidos. Se o cachorro ficar no quintal na hora dos fogos, ele poderá tentar fugir e se machucar. “Já houve casos de cães que atravessaram portas de vidro de tão eufóricos”, diz. Em situações mais graves, o bicho chega a ter convulsões. Calmantes só devem ser dados com recomendação veterinária, porém florais costumam ajudar.

Músicas e vídeos feitos especialmente para cães e gatos

Tem alguma dúvida sobre seu pet? Envie-a para o e-mail bichosvejasp@abril.com.br.

Continua após a publicidade
Publicidade