Clique e assine por apenas 6,90/mês
Bichos Tudo sobre o mundo pet por Veja São Paulo. Quer sugerir uma pauta? Envie para monica.santos@abril.com.br

Participantes do BBB falam de zoofilia e Luisa Mell faz texto em repúdio

Mari Gonzalez e Felipe Prior geraram revolta nas redes sociais com momento registrado no domingo (26)

Por Redação VEJA São Paulo - 27 Jan 2020, 18h44

Uma conversa entre Mari Gonzalez e Felipe Prior, participantes do BBB 20, criou polêmica nas redes sociais neste domingo (26). A dupla falava sobre sexo quando Felipe, arquiteto, relatou que alguns de seus funcionários afirmaram que já tiveram relações sexuais com animais, prática denominada como zoofilia. O momento gerou revolta da ativista Luisa Mell, que publicou um comentário sobre o assunto.

Zoofilia é crime no Brasil, punido com detenção de três meses a um ano, além de multa. “Os peões da obra falaram que no Nordeste mandavam bala. Meu funcionário diz que chega na obra e fala ‘quem nunca deu um talento na cabrinha’, os caras dizem que a cabra até grita o nome”, disse Felipe. “Tem gente que fica excitada mesmo. É anormal para nós, mas é normal para a pessoa e tudo bem também se a pessoa quer comer um animal”, afirmou Mari, em seguida.

Tive que assistir para acreditar que a participante do BBB20 Mari Gonzalez foi capaz de dizer ‘que comer um animar. Para mim, tudo bem. Tá mara.’ É inacreditável e inaceitável que tratem zoofilia desta maneira em rede nacional”, começa a postagem de Luisa Mell, que foi apagada.

“Vocês têm ideia das feridas, dos machucados que já tive o desprazer de ver nas vaginas de cadelas vitimas de estupro. Porque não existe sexo com animais, assim como não existe sexo com crianças!!! É sempre abuso, violência, estupro…É vergonhoso, é criminoso. Infelizmente muitos animais chegam a óbito depois de ser vítima desta atrocidade”, finaliza.

O momento também gerou comentário do deputado estadual Bruno Lima (PSL-SP), conhecido pela sua atuação na causa animal. “Não podemos deixar que esse assunto entre no esquecimento! Já realizei milhares de resgates, dentre eles, de animais abusados sexualmente. É triste demais o estado do animal após agressão, ficam totalmente coagidos e muito machucados! Zoofilia jamais será normal”, finaliza.

Continua após a publicidade

A dupla voltou a falar sobre o assunto nesta segunda-feira (27), afirmando que os comentários não foram “na maldade”. Confira:

 

Publicidade