Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Beleza de Blog Novidades sobre o mundo da beleza

Maquiagem para os olhos: como identificar produtos vencidos e evitar alergias

Prazo de validade é assunto importante dentro do universo da maquiagem – e que a gente ignora solenemente para não perder nenhum item querido do nécessaire. Afinal, maquiagem custa caro e às vezes a gente leva anos (mesmo!) para acabar com uma paleta de sombras cuja ‘vida útil’ parece ir muito além da data gravada […]

Por Carolina Romanini Atualizado em 27 fev 2017, 00h03 - Publicado em 3 out 2013, 12h41

Prazo de validade é assunto importante dentro do universo da maquiagem – e que a gente ignora solenemente para não perder nenhum item querido do nécessaire. Afinal, maquiagem custa caro e às vezes a gente leva anos (mesmo!) para acabar com uma paleta de sombras cuja ‘vida útil’ parece ir muito além da data gravada no verso do produto.

Farei uma série de posts aqui no blog falando da importância de armazenar bem as makes, ficar atenta a algumas características de vencimento do produto, além de dar dicas preciosas para que elas não se torne um vilãs – ao invés de principais aliadas – da sua beleza.

Escolhi os olhos para começar. Assim como a Rachel Green, minha personagem favorita do seriado Friends, tenho pavor de qualquer coisa me incomodando nos olhos. Odeio usar rímeis à prova d’água, por exemplo. Sinto na hora coceira, sensação de cílios ‘de plástico’ e fico inquieta até o momento de remover a maquiagem.

Segundo a oftalmologista Rachel Gomes, do Hospital dos Olhos Paulista, ao sentir essas e outras sensações, como ardência, lacrimejamento e vermelhidão, o uso do produto deve ser interrompido. “Não importa se ele é novo ou velho, esses desconfortos podem ser os primeiros sintomas de uma infecção ocular ou mesmo uma alergia a determinada substância da fórmula”, diz.

+ Produtos para prevenir o envelhecimento e melhorar a textura da área dos olhos

Produtos vencidos podem apontar exatamente os mesmos sintomas. Para saber se o seu está com os dias contatos, preste atenção em algumas características como cheiro (as sombras, por exemplo, costumam ficar com um cheiro mais forte e/ou azedo), textura (os rímeis ficam duros e com bolinhas – delineadores idem) e a cor (sofre alterações drásticas com o envelhecimento do produto).

Ainda que a embalagem do produto diga que ele está vencido, se ele não apresentar nenhuma dessas características, ele não precisa ser descartado. “Por isso é tão importante manter os produtos de beleza em lugar seco e arejado, longe de umidade, fungos e bactérias. Dessa maneira, o seu uso pode ser estendido para além da sua validade”, diz Rachel.

——————————————————————————————————————————

CARACTERÍSTICAS QUE ACUSAM O MOMENTO DE DESCARTAR A SUA MAQUIAGEM:

– Sintomas que aparecem após o uso: coceira, vermelhidão, lacrimejamento, ardência

Continua após a publicidade

– Características físicas do produto: alterações na cor, cheiro forte/azedo, variação de textura

——————————————————————————————————————————

A oftalmologista alerta também para o fato de que as maquiagens para os olhos não devem ser compartilhadas. “Existem diversas doenças oculares que não são visíveis a olho nu e que podem ser transmitidas pelo simples compartilhamento de um rímel, lápis ou delineador.” Também é extremamente importante fazer a remoção desses produtos ao final do dia ou antes de dormir.

+ É importante usar protetor solar no inverno ou em dias nublados?

“Usar um demaquilante para a área dos olhos é fundamental, mas melhor do que isso é lavar a região após a remoção da maquiagem. O próprio demaquilante às vezes deixa resquícios de óleo, por isso recomenda-se usar um sabonete neutro ou outro produto específico”, revela.

Abaixo, os dois produtos indicados pela médica para fazer a limpeza correta dos olhos:

A espuma de limpeza Frex Clean, Allergan (90 reais*), desenvolvida por oftalmologistas para a limpeza dos olhos; e o xampu neutro Johnsons Baby, Johnson & Johnson (7 reais*), também recomendado por especialistas para lavar os olhos

*Preço médio pesquisado em outubro/2013

Continua após a publicidade
Publicidade