Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Ícone beleza Beleza de Blog Novidades sobre o mundo da beleza

‘Desafio da Beleza 2′ – episódio 6

Antes de falar dos looks propriamente ditos do episódio 6 do Desafio da Beleza 2, exibido na última segunda (17), eu gostaria de fazer um desabafo: a atitude/beleza/performance das modelos deveriam contar no resultado final do desafio proposto. Porque, gente, tem muita menina ali que está injustiçando os candidatos. Concordam? OK que todo mundo tem que […]

Por Carolina Romanini Atualizado em 27 fev 2017, 10h25 - Publicado em 19 jun 2013, 19h42

Antes de falar dos looks propriamente ditos do episódio 6 do Desafio da Beleza 2, exibido na última segunda (17), eu gostaria de fazer um desabafo: a atitude/beleza/performance das modelos deveriam contar no resultado final do desafio proposto. Porque, gente, tem muita menina ali que está injustiçando os candidatos. Concordam?

OK que todo mundo tem que saber maquiar uma pele ruim, porque até Gisele Bünchen tem seus bad skin days. OK que maquiador bom tem que saber realçar a beleza de qualquer pessoa, independente do que Deus lhe deu. Ok que trabalhar com o que tem é parte do desafio. Mas, gente, tem modelo ali que não sabe é se portar, regra básica de qualquer cursinho de passarela.

Vejam a Marina Dias, jurada do programa, como exemplo. Ela não está lá pra modelar, mas para julgar. Ainda assim, está o tempo todo arrumando a postura, fazendo carão, pose, etc. Sendo uma, hummm, deixe-me ver… MODELO! Porque essa é a profissão dela, antes mesmo de apresentadora, jurada, DJ, etc.

 

Marina Dias: atitude mesmo em tempos de ‘apresentadora/jurada’

E não estou falando apenas das meninas que participaram desse desafio, mas do que tenho visto ao longo de todo o programa, nos últimos seis episódios. É meio injusto, não acham? Enfim, isso tem me incomodado bastante. Eu imagino que as meninas devem ficar super nervosas durante o programa e que não é o trabalho delas que está sendo julgado ali, mas os ups and downs nos carões e atitudes delas podem, sim, implicar no resultado do maquiador, e eu me sinto lesada por eles!

Vamos, finalmente, à prova. O tema: boca vermelha em look diurno Uma coisa simples, certo? Batom vermelho já virou melhor amigo de todas nós, inclusive no trabalho (eu mesma uso quase todos os dias). Os maquiadores tiraram de letra e Torquatto, Fernanda, Marina e Ricardo dos Anjos, convidado especial, não conseguiram escolher o eliminado. A vencedora, anunciada mais tarde, foi a Rachel.

Continua após a publicidade

 

Rachel levou o prêmio pela boca vermelha, apimentada pelo make de Edvan

Aí a prova teve uma segunda fase, em que os coleguinhas tinham que maquiar a modelo dos outros, já com o bocão vermelho desenhado na primeira prova. E quem se deu mal foi o Rafah, que já havia ficado na berlinda nos últimos episódios.

De fato, a maquiagem que ele criou para a modelo com lábios já pincelados por Cris não a favoreceu. O delineador + esfumado nos cílios inferiores abriram muuuito os olhos já amendoados da modelo. Esse truque geralmente é usado em orientais – obviamente dispensável aqui.

Delineador + esfumado nos cílios inferiores não favoreceram a modelo maquiada por Rafah, eliminado da noite

Sinceramente não gostei muito desafio. Foi meio xoxo – triste, pois tinha tudo pra ser incrível, principalmente com a participação de Ricardo dos Anjos. A única coisa que me chamou bastante atenção foi a foto abaixo, com make de Lorena e boca do Johnny. Um belo exemplo do que falei lá em cima: saber trabalhar e contar com uma modelo incrível, de atitude e traços fortes. Tudo bem que eles poderiam ter diminuído um pouquinho o nariz da menina, que ficou meio batatinha. Mas, pra mim, essa foi a maquiagem vencedora desse desafio.

Look de capa de revista, criado por Johnny e Lorena

Fotos: Adalberto de Melo Pygmeu

Continua após a publicidade

Publicidade