Clique e assine por apenas 6,90/mês
Astrologando Por Andreia Modesto Zodíaco, mapa astral e previsões para todos os signos

Inferno astral existe, mesmo?

Sim, ele existe. Inferno astral, segundo a astrologia, é o período de trinta dias que antecede a virada do seu aniversário. É quando se fecha o ciclo que foi aberto no aniversário do ano anterior. +Os doze tipos de alunos, segundo a astrologia A maior parte das pessoas acredita que durante esse mês, muitas coisas ruins poderão acontecer […]

Por Rosana Zakabi - Atualizado em 25 fev 2017, 21h47 - Publicado em 5 out 2016, 19h21

Crédito: Flickr/Alice

Sim, ele existe. Inferno astral, segundo a astrologia, é o período de trinta dias que antecede a virada do seu aniversário. É quando se fecha o ciclo que foi aberto no aniversário do ano anterior.

+Os doze tipos de alunos, segundo a astrologia

A maior parte das pessoas acredita que durante esse mês, muitas coisas ruins poderão acontecer caso não se tenha cumprido tudo o que deveria ter sido feito ao longo desses doze meses. Teoricamente, um turbilhão de situações tensas poderia forçar você a resolver “o que é preciso” antes de apagar as velas do bolo e ficar um pouco mais velho.

O problema é que muita gente acaba ficando sugestionada, e tudo de negativo que acontece passa a ser “culpa” do inferno astral. Não é bem assim; nem sempre o que ocorre nesse momento tem a ver com isso. A situação difícil pode estar sendo provocada por trânsitos planetários que já se iniciaram há mais tempo, ou que coincidiram com esse período e podem continuar atuando até depois da data de aniversário.

Na verdade, esses trinta dias deveriam representar uma fase de reflexão sobre tudo o que foi vivido no ano pessoal que se encerra. É a chance de ir fazendo a lista das metas que se deseja alcançar para o próximo ciclo. E se existiram pendências, projetos irrealizados, nada impede que se concretizem um pouco mais pra frente. É só conter a ansiedade, comum quando se aproximam datas comemorativas, mentalizar coisas boas e espantar qualquer superstição.

 

(Crédito da foto: Flickr/Alice)

Continua após a publicidade
Publicidade