Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Trajetória de Antonio Dias é debulhada no MAM

Obras apresentada fazem parte do acervo pessoal do artista, morto em 2018

Por Tatiane de Assis 13 mar 2020, 12h53

A partir do sábado (21), os visitantes poderão ver no Museu de Arte Moderna a exposição Antonio Dias: Derrotas e Vitórias, com curadoria de Felipe Chaimovich. O trajeto da mostra parte de 2010 e vai até os anos 1960, englobando 68 obras, entre pinturas, instalações e filmes. No trabalho com nanquim sobre papel (à esq.; 1969), é possível acompanhar a fragmentação da composição, elemento importante e recorrente na produção de Dias, que morreu em 2018. “Podemos dizer que é uma forma de ele falar da incompletude do ser”, explica Chaimovich.

MAM

Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301, ☎ 2648-0254. Terça a domingo, 10h às 21h. R$ 10,00. Grátis aos sábados. Até 31 de maio.

  • Publicidade