Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Recém-inaugurada galeria de Marli Matsumoto traz obras de 26 artistas

Exposição “Bolhas Siderais” traz como um dos destaques escultura de Anna Maria Maiolino e “Fio Condutor”, de Adriana Aranha

Por Tatiane de Assis Atualizado em 2 set 2021, 23h31 - Publicado em 3 set 2021, 06h00

A casa térrea, em que a galeria recém-inaugurada Marli Matsumoto Arte Contemporânea está instalada, parece um corpo só com o jardim que a circunda. Talvez seja um dos microcosmos aos quais a exposição Bolhas Siderais, em cartaz, se refere. Com curadoria de Juliana Monachesi, a mostra traz 26 obras de artistas como a consagrada Anna Maria Maiolino, autora da escultura de metal fundido da foto em destaque, de 2021. Também chama atenção Fio Condutor (2020-2021), de Adriana Aranha, instalação que traz tubos de crochê com mais de 50 metros, inspirados na constância e na resiliência.

> Marli Matsumoto Arte Contemporânea. Rua João Alberto Moreira, 128, Perdizes, ☎ 99262-9796. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 15h. Grátis. Até 21 de outubro. Com acessibilidade para deficientes físicos.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 8 de setembro de 2021, edição nº 2754

  • Continua após a publicidade
    Publicidade