Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Martins Fontes incentiva compras em pequenas livrarias de SP

Na postagem mais recente da campanha, a conhecida livraria disse: "Lembrando que não somos concorrentes. Estamos todos juntos nessa luta!"

Por Tatiane de Assis 3 jun 2020, 15h24

A Martins Fontes Paulista, uma das gigantes do mercado livreiro na capital, tem usados suas redes sociais para promover a compra de publicações em livrarias pequenas de São Paulo. Esses estabelecimentos têm sofrido para sobreviver à redução de receita vista na pandemia, devido ao seu reduzido capital de giro.

Na postagem mais recente, a Martins Fontes indicou a Livraria Simples, localizada no bairro da Bela Vista, na região central de São Paulo. “Lembrando que não somos concorrentes. Estamos todos juntos nessa luta!”, diz o estabelecimento, que fica na Avenida Paulista, sobre a sua “prima pequenina”.

Procurada pela reportagem, a Martins Fontes detalhou que ação contará com uma postagem por dia acerca de uma livraria de pequeno e médio porte. No primeiro momento, são estabelecimentos da capital paulista, mas há planos para estender para todo o Brasil.

Caminhos durante a crise

Na matéria As novas estratégias adotadas por pequenas livrarias para sobreviver à pandemia, VEJA SP conversou com três estabelecimentos da capital, que tem tentado driblar a crise. A conhecida Banca Tatuí tem reforçado o investimento em seu braço online, enquanto a livraria Mandarina tem se aventurado no Instagram e trabalhado em uma loja on-line.

A Banca Curva, no entanto, com um modelo diferente, que necessita de reposição de trabalhos com mais frequência, tem se mantido fechada, em respeito ao isolamento social e consequente proibição de vendas presenciais.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade