Clique e assine por apenas 5,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Jogo do Google ensina programação de forma divertida

Doodle com brincadeira é parte de uma retrospectiva em favor do isolamento social

Por Tatiane de Assis - 27 abr 2020, 12h55

A partir desta segunda (27), o Google inicia uma retrospectiva sobre brincadeiras famosas, que já foram disponibilizadas aos internautas por meio do Doodle (alteração do logotipo do buscador). O primeiro jogo, criado em 2017, envolve questões de lógica, direcionadas ao ensino de programação para crianças.

Coelho Doodle
Coelhinho programador: conceitos introdutórios de lógica são aprendidos em brincadeira com o mascote Divulgação/Divulgação

Longe das enigmáticas telas pretas, com números brancos, o jogo do Google pede que o internauta recolha com o coelhinho cenouras ao longo do caminho. Para isso, precisa construir sequências, que envolvem os comandos de avançar, repetir a ação e virar. Parece mole, mas dá um trabalhinho.

Ao todo, o Google vai revisitar dez jogos, criados ao longo da trajetória do buscador. A próxima brincadeira que vai aparecer é críquete.

A ação é um endosso da plataforma à recomendação de isolamento social, como aponta comunicado divulgado pela Google: “Como o Covid-19 continua impactando comunidades ao redor do mundo, pessoas e famílias estão ficando mais tempo em casa. Em razão disso, vamos fazer uma retrospectiva do Doodle com os jogos interativos mais populares.”

+ OUÇA O PODCAST Jornada da Calma

Continua após a publicidade
Publicidade