Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Galeria Jaqueline Martins traz obras abstratas de Lydia Okumura

Artista brinca com as formas geométricas e as dimensões em suas produções, que estão disponíveis para visitação até 1º de abril

Por Tatiane de Assis Atualizado em 12 fev 2021, 01h32 - Publicado em 12 fev 2021, 06h00

Dez obras de Lydia Okumura, entre pinturas, instalações e objeto, integram a mostra na galeria Jaqueline Martins sobre a artista, importante nome da abstração geométrica no Brasil. Um dos trunfos da produção da paulistana está no que ela sugere ao fazer um vai e vem entre a bi e a tridimensionalidade.

Em pinturas como Tribeca (acima; 1984), ela deixa o papel de lado e leva a ação de dobrar formas para a parede. Já nas instalações, ora flerta com a ilusão óptica, ora prefere pensar no que seria a tradução de um arranjo bidimensional no espaço, vide Different Dimensions of Reality II (1971). Lydia, porém, não quer simplesmente traduzir. Ela quer sobrepor em uma mesma obra o que a gente vê, toca e, quem sabe, até o que a gente pensa.

Galeria Jaqueline Martins
> Rua Doutor Cesário Mota Júnior, 443, Vila Buarque. Tel.: 2628­1943. Terça a sexta, 10h às 19h; sábado, 12h às 17h. Grátis. Até 1º de abril.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 17 de fevereiro de 2021, edição nº 2725

  • Continua após a publicidade
    Publicidade