Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Grafiteiros pintam 41 casas em bairro periférico

Mural com cores vibrantes levou 25 dias para ser finalizado em Belo Horizonte contou com ajuda dos moradores

Por Tatiane de Assis Atualizado em 25 jul 2018, 20h26 - Publicado em 25 jul 2018, 17h53

O bairro Alto Vera Cruz, localizado na região leste de Belo Horizonte, entrou para o mapa da arte urbana com um mural composto por pinturas em 41 casas.

A iniciativa foi realizada pela Pública Agência de Arte, com patrocínio da Companhia Energética de Minas Gerais S.A (Cemig). A criação dos desenhos ficou sob responsabilidade da dupla Cosmic Boys, composta pelo paulista Zéh Palito e o paranaense Rimon Guimarães.

“Nós já o conhecíamos. Eles têm um trabalho com comunidade vulneráveis, já fizeram em uma vila em Fortaleza (CE) e na Síria”, diz Juliana Flores, uma das diretoras da Pública.

Ao todo, o trabalho foi desenvolvido em 25 dias. O resultado é um painel vibrante, com a mistura de cores característica da produção de Palito e Guimarães.

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

A marca cromática dos artistas não apaga o tom colaborativo da obra, que foi realizada junto a 15 crianças e adolescentes do bairro, que atuaram em diferentes frentes, como reboco das casas, montagem dos andaimes, pintura e finalização com verniz.

Antes de começar, os moradores tiveram oficinas. “Eu peguei a manha rápido. Você não precisa ter nervosismo, tem que deixar a mão leve, respirar fundo e fazer o seu desenho”, disse o morador Jonatahn num vídeo sobre a iniciativa .

 

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade