Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Exposição faz homenagem a centenário do célebre educador Paulo Freire

A mostra, no Itaú Cultural, traz cerca de 160 itens de sua vida, com algumas raridades, produções famosas e depoimentos em vídeo sobre o intelectual

Por Tatiane de Assis Atualizado em 16 set 2021, 23h09 - Publicado em 17 set 2021, 06h00

Em 2021, ano em que é celebrado o centenário de nascimento do educador Paulo Freire (1921-1997), o Itaú Cultural abre uma exposição em homenagem ao intelectual brasileiro, nascido em Recife e conhecido, dentre outros motivos, por ter criado um método de alfabetização de adultos.

foto em preto e branco de paulo freire, que está olhando para o horizonte com barba longa branca e chapéu em frente a uma escola estadual que leva seu nome
O educador Paulo Freire: homenagem no Itaú Cultural com cerca de 160 itens referentes ao intelectual Eduardo Maia/Ana Maria Araújo Freire/Divulgação

“Deveríamos abrir a mostra em 2020, mas a pandemia quebrou nossas pernas”, explica Claudiney Ferreira, diretor do núcleo de audiovisual e literatura da instituição e um dos membros da curadoria. “Inicialmente, haveria um espaço central onde as pessoas teriam acesso a títulos escritos por Paulo Freire. Apesar de haver pessoas pensando que a crise sanitária acabou, nós preferimos nos resguardar e eliminamos essa área”, acrescenta ele.

Sobreviveu à tragédia do Covid-19 a ideia do percurso sem cantos, ligeiramente cronológico, que traz cerca de 160 itens, incluindo uma raridade, um álbum com fotos de quando Freire era bebê. Há também um original de Pedagogia da Autonomia (1996), um de seus livros mais famosos, além de depoimentos em vídeo, abordando a aplicação de conceitos criados pelo educador na música, teatro, medicina e arquitetura. “Não quero que as pessoas saiam da exposição gostando de Paulo Freire, mas, sim, refletindo sobre assuntos importantes de que ele tratou, como o respeito aos diferentes saberes e a necessidade do diálogo, principalmente da escuta”, propõe Ferreira.

> Itaú Cultural, Avenida Paulista, 149, ☎ 2168 1777. Terça a domingo, 11h às 19h. Grátis. Agendar visita em: itaucultural.org.br. Até 5 de dezembro. Com acessibilidade para deficiente físico.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 22 de setembro de 2021, edição nº 2756

  • Continua após a publicidade
    Publicidade