Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Grátis: curso ensina sobre Tebas, arquiteto que restaurou a Catedral da Sé

Promovido pela Casa Mário de Andrade, atividade traz legado de paulista escravizado que participou de projetos arquitetônicos importantes em São Paulo

Por Redação VEJA São Paulo 11 mar 2021, 18h49

A Casa Mário de Andrade está com as inscrições abertas para o curso Tebas, o Arquiteto: Vestígios da Excelência Negra na Paisagem Paulistana. Ministrado pelo escritor e jornalista Abilio Ferreira, a atividade será realizada por meio da plataforma Zoom. Ao todo, serão quatro encontros, às quartas-feiras, das 19h às 21h, nos dias 7, 14, e 28 de abril.

Dentre os tópicos abordados no curso, está a discussão do livro que Ferreira escreveu sobre Tebas e que traz detalhes da vida dele. Tebas viveu no século VIII, tinha o nome de batismo era Joaquim Pinto de Oliveira. Era natural de Santos, foi escravizado e conseguiu a  alforria aos 58 anos, atuando como arquiteto em projetos importantes da cidade, como a construção do Mosteiro de São Bento (1766 e 1798) e a restauração da antiga Catedral da Sé (1778).

Seu legado, contudo, somente foi reconhecido quando foi considerado oficialmente arquiteto pelo Sindicato dos Arquitetos no Estado de São Paulo (Sasp). Na esteira de homenagens, em 2019, ele foi retratado em um mural feito pelo grupo Opni e também foi personagem do logotipo estilizado do Google, o doodle.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade