Clique e assine por apenas 5,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Coronavírus: Centro Cultural Fiesp suspende atividades

Confira como será a programação desta e de outras instituições culturais em meio ao avanço do coronavírus no Brasil

Por Tatiane de Assis - Atualizado em 12 mar 2020, 21h07 - Publicado em 12 mar 2020, 18h33

O Centro Cultural Fiesp anunciou hoje (12) que suspenderá a partir desta sexta (13) sua programação, que inclui peças de teatro e exposições. A paralisação das atividades, que tem prazo indeterminado, é tida como uma medida de precaução frente o aumento de casos de coronavírus no Brasil. A mesma medida foi tomada pelo Teatro Unimed, onde estrearia nesta quinta o musical São Paulo, estrelado pela atriz Regina Braga.

Outra instituição que tomou decisão parecida foi a Fábrica de Artes Marcos Amaro, que adiou uma exposição com desenhos de Tarsila do Amaral com abertura marcada para este sábado (14).

O Instituto Moreira Salles (IMS), por sua vez, manteve a inauguração da mostra da fotógrafa chilena Paz Errázuriz na próxima terça (17), mas cancelou a conversa que artista faria com os visitantes na mesma data.

Outras instituições de grande porte ouvidas por Vejinha nesta quinta têm preferido uma postura de vigilância. A Fundação Bienal. por exemplo, avalia o cenário atual para tomar futuramente medidas mais indicadas. Até o fechamento desta notícia, a exposição da peruana Ximena Garrido-Leca tem visitação mantida até domingo (15).

Masp, Pinacoteca e Museu de Arte Moderna (MAM) seguem na mesma direção que a Bienal, monitorando a situação diariamente e orientando tanto colaboradores quanto visitantes. No último museu, álcool gel 70% é distribuído gratuitamente.

Continua após a publicidade
Publicidade