Artista discute a diferença entre acumular e colecionar

Em uma das obras que fez, Marcelo Silveira reuniu 4 000 exemplares de perfumes vazios

“Qual a diferença entre um colecionador e um acumulador?” Eis a pergunta embutida na mostra Coleção Imaginária, de Marcelo Silveira. Para o artista, o primeiro sujeito reúne itens guiado por critérios claros, mesmo que poéticos. Já o segundo só amontoa. Em Só Resta o Cheiro (2006), Silveira entra na esfera dos colecionadores ao exibir 4 000 frascos de perfume vazios e distintos, que remetem a uma reunião imaginária com pessoas diferentes.

Sesc Santo Amaro. Rua Amador Bueno, 505, ☎ 5541-4000. Terça a sexta, 10h30 às 21h; sábado e domingo, 11h às 18h. Grátis. Até 4 de agosto.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s