Tempranillo ganha bar ao ar livre dedicado ao uísque

No dia 18, a última terça, começou a funcionar em soft-opening o  Glenmorangie The Rooftop na cobertura do restaurante ibérico Tempranillo Vinho & Cozinha. Embora esteja recebendo os primeiros clientes nesta semana, o bar de uísque ao ar livre tem inauguração marcada só para 2 de abril. No dia, o especialista em destilados e charutos […]

Atmosfera de jardim: espaço para uísque e drinques destinado em especial aos fumantes de charuto

Atmosfera de jardim: espaço para uísque e drinques destinado em especial aos fumantes de charuto (Fotos: Luciana Ferraz)

No dia 18, a última terça, começou a funcionar em soft-opening o  Glenmorangie The Rooftop na cobertura do restaurante ibérico Tempranillo Vinho & Cozinha. Embora esteja recebendo os primeiros clientes nesta semana, o bar de uísque ao ar livre tem inauguração marcada só para 2 de abril. No dia, o especialista em destilados e charutos Cesar Adames fará uma palestra para os interessados a partir das 19h30.

O bar temático foi pensado para receber fumantes, em especial os de charutos, que encontram uma seleção de cubanos, guardados em um umidor, que controla temperatura e umidade.  “Escolhemos  bebidas para harmonizar especialmente com os charutos”, explica Carlos Martignago, sócio do Tempranillo. “Por isso, pensamos o lugar como um jardim.” Ainda que tenha puro habanos em estoque, o restaurateur informa que não cobrará taxa de quem trouxer seus cigarrões para fumar no bar.

Desfrutar do portfólio Glenmorangie, um single malte, está longe de ser barato. Na carta de bebidas, a dose do The Original, digamos, o básico da destilaria fundada em 1843, sai por R$ 32,00, enquanto para ter uma garrafa é preciso desembolsar R$ 435,00. O diferencial de alguns rótulos desse uísque é a maturação por um ano em barricas usadas de diferentes vinhos. O Lasanta descansa em tonéis de Jerez (R$ 35,00 a dose;  R$ 490,00 a garrafa), o Quinta Ruban, em barris de vinho do Porto (R$ 40,00 a dose; R$ 537,00 a garrafa) e o Nectar d´Or, em barricas de Sauternes (R$ 42,00 a dose; R$ 546,00 a garrafa).

Esse espaço ligado a uma marca é mais uma investida da empresa de luxo LVMH (Moët Hennessy Louis Vuitton) na divulgação de suas grifes. Na cidade, há outras duas representações do conglomerado em restaurantes, essas dedicadas a champanhes, a sala Krug, no japonês Kinoshita, e a “embaixada” Ruinart, no contemporâneo Epice.

A conferir.

Cobertura do restaurante: bar ao ar livre patrocinado por uma marca de uísque (Fotos: Luciana Ferraz)

Cobertura do restaurante: bar ao ar livre patrocinado por uma marca de uísque

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s