Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Salvatore Loi não é mais o chef do Mondo Gastronômico

O cozinheiro italiano, que rescindiu seu contrato em decorrência da pandemia, vai se dedicar apenas ao Moma com o sócio Paulo Barros

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 28 jun 2020, 00h53 - Publicado em 27 jun 2020, 16h25

Responsável pelo menu quatro estrelas do Mondo Gastronômico, Salvatore Loi deixa o restaurante agora em julho. “Foi de comum acordo. Meu contrato de prestação de serviço foi extinto por causa da pandemia. Resolvi me dedicar exclusivamente ao Moma (Modern Mamma Osteria) e a minha sociedade com o Paulo Barros”, revela o chef. Uma ruptura suave que não se deu em outros estabelecimentos pelos quais o talentoso cozinheiro passou. Ele teve saídas estrepitosas do Loi Ristorantino, hoje só Ristorantino, e do Salvatore Loi, o atual Evvai.

Em conjunto com Barros, Loi tem vários projetos. O mais urgente agora é a retomada do Mi Piace, restaurante que será aberto em Pinheiros e cujas obras foram interrompidas por causa dos efeitos do novo coronavírus. “Voltamos em breve com a reforma”, garante o chef (para ler a notícia que dei em primeira mão aqui no blog, basta clicar aqui).

Para os fãs do Mondo Gastronômico, que levou o título de melhor menu executivo de almoço até 60 reais pelo guia anual VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER 2019, a boa notícia é que as receitas de Loi permanecem no cardápio. “Continuaram a ser feitas pela equipe do restaurante, agora comandada pelo jovem Murilo Mattos, que acaba de ser contratado”, adianta o sócio majoritário Bruno Lima. Como acontece em todos os estabelecimentos da cidade, por enquanto, as pedidas são oferecidas apenas na forma de delivery.

Originalmente para serem expedidos de uma dark kitchen, os pratos saem do próprio Mondo. “Como temos um restaurante envidraçado, era triste que se visse o salão vazio”, diz Lima, que comemora o sucesso da vendas do sistema de entregas. Na contabilidade do empresário, os pratos que mais saem são a lasanha de vitelo com creme de queijo parmesão, a tagliata de filé e, uma novidade, a lasanha vegetariana. “Tem um público grande interessado em opções sem carne”, acredita.

Continua após a publicidade

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:
Facebook: Arnaldo Lorençato

Instagram: @alorencato
Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.br

Caderno de receitas:
+ Fettuccine alfredo como se faz em Roma

Publicidade