Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Rouge Bar à Vin: mais um bar de vinhos chega ao Itaim

O universo dos bares de vinhos está em plena expansão desde ano passado. Depois surgimento do Bardega, agora é a vez do Rouge Bar à Vin  (Rua Doutor Mario Ferraz, 561, Itaim Bibi, tel. 2628-8377) que deve ser inaugurado em 27 de março, a próxima quarta. Como o Bardega, o Rouge também fica no Itaim. + […]

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 27 Feb 2017, 11h13 - Publicado em 19 Mar 2013, 20h20

Fachada do novo bar de vinhos: 120 rótulos (Foto: Marcello Riberti Nazareth)

O universo dos bares de vinhos está em plena expansão desde ano passado. Depois surgimento do Bardega, agora é a vez do Rouge Bar à Vin  (Rua Doutor Mario Ferraz, 561, Itaim Bibi, tel. 2628-8377) que deve ser inaugurado em 27 de março, a próxima quarta. Como o Bardega, o Rouge também fica no Itaim.

+ Saiba como foi a abertura do Bardega

Proprietários do novo bar-restaurante, Fabricio Salles Ferreira e Marcello Riberti Nazareth contam que o novo estabelecimento tem como inspiração as casas francesas do gênero. Para montá-lo, estimam ter investido cerca de 3,5 milhões de reais para ocupar o antigo ponto da loja de moda Andrea Saletto. “O ponto veio com um presente, uma árvore que há no terreno”, diz Nazareth. “Temos uma varanda na frente e no meio do salão fica a sibipiruna de uns setenta anos.” Antes de se dedicarem ao negócio, o engenheiro e administrador de empresas Ferreira trabalhou na Ambev. O sócio Nazareth, economista de formação, era da área administrativa e comercial de shoppings.

Continua após a publicidade

Salumeria: balcão aberto para os clientes (Foto: Marcello Riberti Nazareth)

Como não são do ramo, os empresários confiaram a elaboração da carta de vinhos ao sommeliers-consultores Rafael Goulart (Adega Santiago) e Paulo Neto (ex-Botega BottaGallo). No dia a dia, o serviço será tocado por Etevaldo Carvalho, que anteriormente dava expediente no Café Journal.

O público terá à escolha cerca de 120 rótulos, dos quais 60% vêm da França. “Metade deles tem preços abaixo de 100 reais”, garante Nazareth. Pelo menos vinte estarão disponíveis para o serviço em taça. “Nossa proposta é que o cliente experimente um vinho diferente a cada visita”, explica o empresário. “Pretendemos aumentar a oferta em taça.” Em vez de máquinas Enomatic com autosserviço, as garrafas serão seladas com um compressor Le Verre du Vin e as taças deverão ser solicitadas diretamente aos garçons.

Embora o vinho seja o tema etílico central da casa, existe também uma seleção de cervejas importadas, em particular belgas como Liefmans Fruitesse (fruit beer), Vedett Extra White (witbier), Duvel (strong golden ale), La Chouffe (ale) e Maredsous Brune (abbey ale dubbel). Há ainda drinques preparados pelo barman Bruno Del Rio.

Continua após a publicidade

Salão com uma árvore: para provar clássicos franceses revisitados com uma taça de rosé, tinto, branco ou espumante (Foto: Marcello Riberti Nazareth)

Incansável na produção de menus pela cidade, a chef-consultora Ana Soares, do Mesa III elaborou um cardápio a partir de clássicos de bares, brasseries e bistrôs parisienses. Como a promessa é que o Rouge funcione sem intervalo, a intenção é oferecer de porções a pratos quentes, além de sanduíches e saladas.

Entre as receitas selecionadas estão bolinho croque (feito com bechamel, presunto e queijo), papillotte de moules (mexilhões no saquinho), filet-tutano (com manteiga, bruschetta, salsa verde e parmesão) e estrogô-poivre (estrogonofe ao molho de pimenta-verde com palha de mandioquinha).

Completa a proposta culinária a salumeria instalada na área junto à árvore. Ali, poderão ser escolhidos embutidos, frios, queijos e pães variados.

Continua após a publicidade

A conferir.

 

Veja alguns rótulos que poderão ser apreciados no Rouge:

Em taças
Sobremesa
Santa Helena Vernus Riesling Late Harvest 2008, Chile – R$ 14,00
Patricius Tokaj Aszú Leonis 3 Puttonyos 2006, Hungria – R$ 26,00
Brancos
Domaine de Liboreau Sauvignon Blanc VdP 2009, França – R$ 14,00
La Haute Frévie Muscadet de Sevrè et Maine Sur Lie 2010, França – R$ 22,00
Tinto
Marqués de Riscal Viña Collada 2008, Espanha – R$ 14,00

Em garrafas
Brancos
Salentein Winemaker’s Selection Chardonnay/Sauvignon Blanc 2008, Argentina – R$ 65,00
Alain Brumont Gros Manseng/Sauvignon Blanc 2011, França – R$ 89,00
Domaine François Lurton  Les Fumées Blanches Sauvignon Blanc 2010, França – R$ 109,00

Tintos
Familia Deicas Pinot Noir Reserve 2011, Uruguai – R$ 63,00
Domaine François Lurton Les Hauts de Janeil Syrah/Grenache 2011, França – R$ 89,00
Château Lagrézette Purple Malbec 2011, França – R$ 99,00
Domaine Roulet Rouge Tradition 2005, França – R$ 155,00
Château Fonplégade Fleur de Fonplégade 2008,  França – R$ 281,00

Espumantes
Veuve Clicquot Brut, França – R$ 289,00

Publicidade