Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Pomodori ganha novos pratos e uma adega para queijos

O chef Diogo Silveira vem fazendo um trabalho de renovação do cardápio do Pomodori desde que assumiu a cozinha, um ano atrás. Num primeiro momento, ele trocou 40% das receitas. Parte das modificações aparece em alguns ingredientes, no método de preparo ou nas guarnições. Algumas mudanças revelam-se sutis como ele explica: “O risoto de frutos […]

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 27 fev 2017, 12h41 - Publicado em 13 fev 2012, 21h27

Diogo Silveira: um ano no comando do Pomodori e renovação do menu (Foto: divulgação)

O chef Diogo Silveira vem fazendo um trabalho de renovação do cardápio do Pomodori desde que assumiu a cozinha, um ano atrás. Num primeiro momento, ele trocou 40% das receitas. Parte das modificações aparece em alguns ingredientes, no método de preparo ou nas guarnições.

Algumas mudanças revelam-se sutis como ele explica: “O risoto de frutos do mar era preparado com raspas de limão-siciliano. Agora, faço com de compota de limão-siciliano e frutos do mar grelhados”.

+ Veja o cardápio reformulado do Pomodori

Das receitas introduzidas ainda no ano passado, tive a oportunidade de provar várias num jantar com a conta paga pela revista, como sempre acontece. Uma das melhores era o delicioso nhoque de beterraba ao creme de fontina aromatizado por laranja com agrião, servido de entrada.

Continua após a publicidade

Nhoque de beterraba ao creme de queijo fontina aromatizado por laranja com agrião: um dos primeiro pratos do chef (Foto: Arnaldo Lorençato)

Silveira, que completa seu primeiro ano no posto, promove mais uma reformulação. As novidades do cardápio você confere aqui e estão destacadas em amarelo.

Vitrine para embutidos: especialidades trazidas do interior de São Paulo (Foto: divulgação)

Além de uma seleção de frios artesanais feitos em São Bento do Sapucaí, no interior do estado, e servidos de entrada, há queijos importados mantidos em uma adega climatizada, que acaba de chegar ao restaurante. Nela, ficam armazenados os franceses roquefort societé, fol epi, brie de Nangis, camembert de Normandie, e saint maure; os italianos taleggio cremoso, gorgonzola cremoso, fontina D.O.P, provolone D.O.P, pecorino al tartufo e pecorino romano, o espanhol manchego, o português serra da estrela e o holandês cablanca. A conferir.

Adega para queijos: trazidos da Itália, França, Espanha, Portugal e Holanda (Foto: divulgação)

Não foi só na cozinha que o Pomodori mudou. Depois de uma reforma, o bar para espera saltou de quatro para dez lugares. Enquanto aguardam por uma mesa, os clientes podem saborear bruschettas e petiscos bem mais interessantes, feitos com miúdos, entre eles escabeche de língua, terrine de fígado de galinha e miolo bovino gratinado.

Continua após a publicidade
Publicidade