Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

MasterChef: quiprocó e promessa de vingança

Sou radicalmente contra spolier. Isso é coisa de estraga-prazeres, aquele tipo que desde criança cutuca o glacê do bolo no aniversário do amigo, avança sobre os brigadeiros na mesa de doces como se fosse um molequinho e, quando fica adulto, bebe além da conta e fala demais. Por isso, alguém colocou no ar os supostos […]

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 26 Feb 2017, 15h57 - Publicado em 16 Jun 2015, 22h15
O trio de jurados com Ana Paula Padrão: confabulações da noite (Fotos: Carol Gherardi/Band)

O trio de jurados com Ana Paula Padrão: confabulações da noite (Fotos: Carol Gherardi/Band)

Sou radicalmente contra spolier. Isso é coisa de estraga-prazeres, aquele tipo que desde criança cutuca o glacê do bolo no aniversário do amigo, avança sobre os brigadeiros na mesa de doces como se fosse um molequinho e, quando fica adulto, bebe além da conta e fala demais. Por isso, alguém colocou no ar os supostos finalistas do MasterChef.

+ MasterChef: noite de bate-boca
+ Le Bife tem menu do MasterChef Erick Jacquin

Para os fãs de uma série ou um reality, saber os finalistas é perder o rumo. Por isso, passei longe dessa notícia. Seguirei aqui firme como se nada tivesse acontecido, fazendo meus comentários semanais. E firme no Twitter também. Afinal, quero ouvir muitas vezes a Ana Paula Padrão dizer: “para tudo”. Isto posto, vamos ao que interessa.

Primeira prova da noite: a aterrorizante caixa-surpresa

Primeira prova da noite: a caixa-surpresa, um terror para os participantes

Continua após a publicidade

Na noite de hoje (16), serão três provas avaliadas pelo trio Paola Carosella (Arturito e La Guapa Empanadas), Henrique Fogaça (Sal GastronomiaAdmiral’s Place e Cão Véio) e Erick Jacquin (Tartar & Co). A primeira delas é a caixa-surpresa, terror para qualquer participante. Pelo que soube, é uma seleção de produtos asiáticos. Com o perdão do trocadilho, espero que não deem azia nos chefs. Já pensou o Erick Jacquin de mal-humor? Ninguém aguenta. E mais uma vez vão ter trabalhar com bicho vivos. Os ingredientes assassinados da noite serão…

+ Passeio pelo Eataly em fotos inéditas

Apenas três candidatos ficarão livres do facão desta vez. Os demais se submetem em seguida a um miniteste. Terão de mostrar que são bons picando legumes. Parece bobo, né? Acho que não é. A eliminatória vem mais tarde com a prova da mandioca. Além da raiz in natura, será necessário trabalhar com quatro outros derivados.

+ Eataly: um tour em vídeo

Continua após a publicidade

Alguém vai dançar com a mandioca nesta noite. Antes disso, haverá um bate-boca ainda maior que o da semana anterior. Um dos candidatos se sentirá prejudicado por um dos oponentes e prometerá vingança. Ficou curioso? Eu também quero saber que vendeta é essa. Só lembrando o clichê: vingança é um prato que se come frio. Será que isto é um prato MasterChef?

+ MasterChef Brasil: candidatos na peneira
+ MasterChef: a surpresa na estreia da segunda temporada
+ Conheça os competidores do MasterChef
+ Ana Paula Padrão conta detalhes sobre o próximo MasterChef

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível saber as novidades pelo Twitter.

Publicidade