Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

MasterChef Profissionais: a final entre Dayse e Marcelo

Esqueçam que o Dário ficou para trás. Esqueçam que o eliminado do episódio anterior fez uma provocação ao receber a dura crítica de Henrique Fogaça, que definiu o prato apresentado por ele como de um nível infantil ao estilo da cantiga de roda Ciranda, Cirandinha. O candidato a MasterChef Profissional postou nas redes sociais a […]

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 25 fev 2017, 20h40 - Publicado em 13 dez 2016, 16h17
Ana Paula Padrão e os jurados: de gala para julgar (Fotos: Carlos Reinis/Band)

Ana Paula Padrão e os jurados: de gala para julgar (Fotos: Carlos Reinis/Band)

Esqueçam que o Dário ficou para trás. Esqueçam que o eliminado do episódio anterior fez uma provocação ao receber a dura crítica de Henrique Fogaça, que definiu o prato apresentado por ele como de um nível infantil ao estilo da cantiga de roda Ciranda, Cirandinha. O candidato a MasterChef Profissional postou nas redes sociais a foto de um prato que Fogaça mantém no cardápio do Sal Gastronomia, o cordeiro sobre purê de dois queijos – vulgo aligot, na França – ao molho do vinho do Porto e jabuticaba.

+ Minha avaliação dos restaurantes de eliminados do MasterChef Profissionais

Talvez essa receita tenha servido de inspiração para Dário. Minha experiência diz que até pode ter sido modelo, mas no resultado, inclusive visual, uma não tem a ver com a outra – a outra, nesse caso, era a carne dry aged com uma placa de batata assada, espuma de queijo e chutney de frutas vermelhas. Fiquei surpreso com o Twitter. Na rede social, essa história reverberou muito, foi o assunto do dia seguinte e do restante da semana, com um bombardeio ao cozinheiro que deixou a competição.

Apresentação dos pratos para os jurados: tensão

Apresentação dos pratos para os jurados: tensão

Zera tudo. A ideia é concentrar-se no que interessa nesta noite: a final disputada entre Dayse e Marcelo. Missão dos dois cozinheiros: elaborar um menu degustação em oito etapas no prazo de quatro horas e meia para ser submetido ao crivo de Paola Carosella (Arturito e La Guapa Empanadas), Henrique Fogaça (Sal Gastronomia, JamileAdmiral’s Place e Cão Véio) e Erick Jacquin (Tartar & Co e Le Bife).

+ Minha avaliação dos restaurantes dos MasterJurados

Mas não será tudo de uma vez. Dois amuses-bouches (o agrada-paladar, em francês, que equivale ao petisquinho, em português) mais duas entradas. Essa primeira etapa tem duração de duas horas, cronometradas com absoluto rigor pela moça do tempo Ana Paula Padrão, que deu esta entrevista (clique aqui) espetacular no programa mais gostoso de TVeja, o Bons de Garfo.

Sobram nessa matemática duas horas e meia para os quatro receitas que vêm a seguir. Ou seja, o primeiro e o segundo pratos mais duas sobremesas – os jurados vão explodir de tanto comer.

MasterChefe_ep11_dayse

Dayse: a prova permitirá que ela fique apenas nos clássicos?

Como se trata de um cardápio livre, cada finalista escolhe o tema que mais lhe agrada. Primeira surpresa da noite: Dayse não será clássica como era de esperar.

+ Conheça o restaurante onde foi gravado o MasterChef da pizza

Na primeira prova, um começa melhor, com o outro meio vacilante. Mas não haverá nenhum problema gravíssimo nessa maratona – amo essas provas com desafio do relógio e qualidade –, já que o participante em revés tem fôlego e consegue recuperar o tempo perdido. Ou seja, a prova fica bem apertada.

Numa das preparações seguintes, um dos competidores tenta um procedimento que não dá certo. A solução é partir para uma adaptação em vez de chorar a receita derramada. Aliás, o improviso deve fazer parte da vida dos cozinheiros profissionais, uma vez que eles encontram  obstáculos diariamente.

MasterChefe_ep11_marcelo

Marcelo: será que ele fará um menu mirabolante?

Continua após a publicidade

Entre as dificuldades que os dois finalistas vão ter ao longo do programa está justamente o fato de terem esquecido de pegar no mercado vários ingredientes, que farão falta durante a preparação. Ou seja, vai ser um tal de se virar nos trinta das quatro horas e meia.

+ MasterChef: afinal, os participantes cozinham bem?

Também darão showzinhos. Um deles será dado por Marcelo, que fará uma sobremesa com nitrogênio líquido. A ideia é impressionar os jurados. Será que cola?

Na mecânica da prova, Dayse e Marcelo apresentam as amuses-bouches para os avaliadores, que estão vestidos com trajes de gala. Depois, têm 15 minutos pra empratar e servir as entradas.

Nas duas horas e meia finais, levam o primeiro e o segundo pratos. Na sequência, ganham mais 15 minutos para a finalização e o empratamento dos doces.

Estarei nesta noite ao vivo no estúdio da Band. Mas posso adiantar que será uma disputa apertada e que um item dessa segunda etapa apontará o grande vencedor. Agora, resta apenas assistir e torcer, embora o nome de quem leva o troféu já esteja definido.

As chances de Dayse ou Marcelo vencerem o MasterChef Profissionais

São dois personagens bem diferentes os finalistas dessa edição Profissionais. Ao longo da temporada, foi possível conhecer um pouco do estilo de cada um deles. Confira:

Dayse Paparoto é especialista em receitas italianas e segue uma linha culinária mais clássica. Durante toda a temporada, enfrentou com bom humor inclusive as críticas que por vezes a hostilizavam. Uma das piores foi quando, em uma prova em equipe, seu antigo mestre, Ivo Lopes, disse que ela devia varrer a cozinha. A candidata não perdeu nem o eixo nem o foco. Fria e resiliente, ela se mostrou a grande estrategista do programa e conseguiu chegar a final contabilizando cinco vitórias individuais.

Marcelo Verde, que depois adotou o sobrenome do meio, Zaidan, entrou como um azarão. Patinou nas primeira provas e não dizia a que veio. Mas pouco a pouco revelou talento e faceta muito criativa. O tempo todo torceu contra Dayse por achá-la tecnicamente inferior. Disse várias vezes que queria estar na final ao lado do parceiro Dário Costa, outro forte candidato eliminado na semifinal. Zaidan Verde tem pinta de campeão, mas vale lembrar que ele ganhou cinco vezes a prova individual, o mesmo número da Dayse. Ou seja, estão empatados.

Conheça os eliminados nesta temporada

#gallery-1 {
margin: auto;
}
#gallery-1 .gallery-item {
float: left;
margin-top: 10px;
text-align: center;
width: 33%;
}
#gallery-1 img {
border: 2px solid #cfcfcf;
}
#gallery-1 .gallery-caption {
margin-left: 0;
}
/* see gallery_shortcode() in wp-includes/media.php */

Caderno de receitas:
+ Dadinhos de tapioca, do Mocotó
+ Il vero fettuccine Alfredo di Roma
+ Tiramisu original. É  bico!
+ Petit gâteau, do chef Erick Jacquin
+ Receita: torta de limão-siciliano, de Arnor Porto

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível saber as novidades pelo Twitter e pelo Instagram.

Continua após a publicidade
Publicidade