Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

MasterChef: cadetes, chocolate e bate-boca

Melhor tratar como uma novela de forno e fogão. A cada capítulo, essa nova temporada do MasterChef está mais interessante. As novidades estão parágrafos abaixo e não contém spoiler. Antes vamos a uma retrospectiva do episódio anterior. + Eataly: um tour em vídeo No último programa, fiquei com pena da eliminação da Cássia Castro. Embora ela mesma […]

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 26 fev 2017, 16h03 - Publicado em 9 jun 2015, 22h40
Concorretes em ação: a noite do bate-boca (Foto: divulgação)

Concorrentes em ação: a noite do bate-boca (Foto: divulgação)

Melhor tratar como uma novela de forno e fogão. A cada capítulo, essa nova temporada do MasterChef está mais interessante. As novidades estão parágrafos abaixo e não contém spoiler. Antes vamos a uma retrospectiva do episódio anterior.

+ Eataly: um tour em vídeo

No último programa, fiquei com pena da eliminação da Cássia Castro. Embora ela mesma reconheça que não era boa cozinheira e tem pouca experiência do alto de seus 18 anos, era um dos tipos mais divertidos e atrapalhados que vi. Parecia um novo Mohamad. Foi hilariante vê-la depenando uma galinha, justo ela que declarou nunca ter tirado a sobrancelha.

Também deram área Patrizia Martins e Larissa Douat. Patrizia era uma personagem do passado, que parece ter saído do Madame Satã, clube com um porão-pista de sucesso nos anos 90 e que reabriu no mesmo Bixiga coisa de um ano atrás. Ela dançou na preparação do peixe.

Com Larissa, a prova foi mais cruel. Tinha de preparar com outros concorrentes tão ruins quanto ela um ovo benedict. Bom, o tal ovo ficou “será o benedito” e não agradou Paola Carosella (Arturito e La Guapa Empanadas), Henrique Fogaça (Sal GastronomiaAdmiral’s Place e Cão Véio) e Erick Jacquin (Tartar & Co), que deram o passe livre para ela,

Hoje a missão exige força, resistência. Como foi anunciado no fim do episódio anterior, os participantes vão se dividir em duas equipes para alimentar soldados, ou melhor, desta vez, cadetes da Força Aérea. A fórmula é manjada e já foi usada na temporada anterior.

Deve dar um frio na barriga dos participantes ter 100 bocas nervosas para alimentar. O menu compõe-se de um prato e uma sobremesa.

Parece moleza, não? Pelo que soube, vão surgir derrapadas principalmente na hora de preparar os acompanhamentos.

A noite promete porque depois da derrota haverá um telebarraco entre os perdedores, que vão bater boca como se não estivessem diante das câmeras. Deve ser mais fácil tentar achar um culpado, ir em busca de crucificar alguém.

Continua após a publicidade

Quando os participantes voltarem para a cozinha, haverá ainda uma prova do chocolate comandada não por um confeiteiro, mas pelo empresário Alexandre Costa, da Cacau Show.

O capitão da equipe perdedora terá a chance de salvar dois companheiros ou a si próprio. Resta descobrir como ele vai se comportar. Mais polêmica vem aí. Quem assistir verá.

Conheça os participantes:

#gallery-3 {
margin: auto;
}
#gallery-3 .gallery-item {
float: left;
margin-top: 10px;
text-align: center;
width: 33%;
}
#gallery-3 img {
border: 2px solid #cfcfcf;
}
#gallery-3 .gallery-caption {
margin-left: 0;
}
/* see gallery_shortcode() in wp-includes/media.php */

+ La Guapa, empanaderia de Paola Carosella
+ Receita: il vero fettuccine Alfredo
+ Passeio pelo Eataly em fotos inéditas
+ Receita: pudim de leite, do chef Alberto Landgraf

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível saber as novidades pelo Twitter.

Continua após a publicidade
Publicidade