Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Komah ganha um bar para chamar de seu

Comandado por Paulo Shin, o melhor restaurante coreano da cidade tem agora um espaço dedicado aos drinques

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 11 Dec 2019, 19h05 - Publicado em 2 Dec 2019, 21h12

Quem já era feliz com a moderna cozinha coreana de Paulo Shin tem mais motivos para ir ao concorrido restaurante da Barra Funda. O cozinheiro, eleito o chef do ano por VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER 2018, acaba de abrir as portas do Bar do Komah, anexo ao restaurante.

A vocação etílica do restaurante, aberto em 2016 e premiado como a melhor de sua categoria no mesmo ano, começou a se desenhar em 2018, quando o cozinheiro contratou o bartender Vinícius Apolinário, o Vina. Desde o primeiro momento, o especialista passou a fazer misturas diferentonas como o garden groove (soju, gim, vermute seco e jerez com brotos e flores orgânicos numa cumbuca de cerâmica) e bloody mary (suco de tomate artesanal temperado com kimchi na companhia de um trio de petiscos).

O novo bar ocupa o salão que antes era utilizado como depósito e área para os funcionários. Depois de 20 dias de reforma, começou a funcionar na última quinta, 28 de novembro. Com capacidade para 40 pessoas, opera em soft opening até o próximo dia 9, funcionando no mesmo horário do restaurante, menos aos sábados.

BSS: drinque feito com soju faz parte da carta Divulgação/Divulgação

Na carta de Apolinário, estão de coquetéis de sucesso no restaurante a novidades como o bss, abreviação de bitter sweet symphony, combinação de soju com infusão de chá verde, licor de gim, vermute tinto e um bitter intitulado bixo que foi desenvolvido pelo responsável pelo balcão de drinques. Custa 29 reais.

Continua após a publicidade

Para forrar o estômago,  Shin elaborou um menu de petiscos com o toque coreano de sempre. Uma das pedidas é o bolinho de arroz com kimchi e aïoli (25 reais).

Estabelecimento não visitado. A conferir.

Bar do Komah
Rua Cônego Vicente Miguel Marino, 378, Barra Funda, tel. 3569-7956.
Das 18h30 à 1h; sábado a partir das 15h30; fecha domingo.

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:
Facebook: Arnaldo Lorençato
Instagram: @alorencato
Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.brCaderno de receitas:
+ Fettuccine alfredo como se faz em Roma
+ O tiramisu original
+ O melhor petit gâteau do Brasil

E para não perder as notícias mais quentes que rolam sobre São Paulo, assine a newsletter da Vejinha

Publicidade