Clique e assine por apenas 5,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Cozinha do Lorençato revela os bastidores do Comer & Beber

No 20º episódio da temporada, converso sobre as novidades da edição especial com os repórteres Saulo Yassuda e Gabrielli Menezes

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 5 fev 2020, 13h41 - Publicado em 25 out 2019, 00h10

Revelar os bastidores de um ano de trabalho, contar em detalhes como é feito o trabalho da equipe de gastronomia da Vejinha para produzir o COMER & BEBER, o mais confiável e respeitado guia de restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo que chega à 23ª edição. Eis a missão do 20º episódio do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia. Para dar todos os detalhes desse trabalho tão prazeroso quanto estafante – foram visitados mais de 800 estabelecimentos para chegar aos 659 publicados – estão ao meu lado os repórteres Saulo Yassuda (Bares) e Gabrielli Menezes (Comidinhas).

Entre as muitas novidades desta edição anual, a capa traz pela primeira vez um prato do ano. Para merecer esse lugar de destaque, as dez receitas selecionadas precisavam ser criadas a partir de 2018. Parte delas veio de uma enquete realizada com os cozinheiros profissionais no Blog do Lorençato e as demais, escolhidas nas visitas aos restaurantes. O campeão foi o cacciucco na moqueca de Luiz Filipe Souza, do Evvai, considerado o chef revelação no ano anterior.

Entre as muitas novidades, há o prêmio especial lançado neste ano: Causa Social. VEJA SÃO PAULO destaca a importância de valorizar profissionais que usam sua carreira também em benefício de outras pessoas. A escolhida para levar o título na estreia foi a chef Paola Carosella, que está à frente do projeto Cozinha & Voz, cuja parte culinária foi desenvolvida por ela para profissionalizar de forma gratuita pessoas que estava à margem do mercado de trabalho. É também uma parceria com a Organização Internacional do Trabalho, a OIT. “É um projeto de empregabilidade com o objetivo de gerar trabalho digno e inclusão na sociedade”, disse Paola na entrevista que fiz com ela.

Equipe do Comer & Beber: papo sobre o guia de gastronomia mais confiável e respeitado da capital Arnaldo Lorençato/Veja SP

Ainda em Restaurantes, foi destacado pela primeira vez o melhor grego da cidade. Essa categoria étnica teve uma notável expansão na cidade e o vencedor é o Fotiá. No caso de Bares, três são as novidades Churrasco (Quintal deBetti), Chope da Casa (Dogma) e melhor de Bar de Agito (Periquita Bar & Gin Club).  De olho nas tendências, um dos novos segmentos em Comidinhas a merecer destaque é Vegano, cujo ganhador é o Purana.co. Também, pela primeira vez, se indica a inauguração do ano, nesse caso o Gero Panini. E tem ainda a volta de o padeiro do ano, no qual só mulheres se destacaram. A vencedora é Alethea Suedt, d’A Padeira.

Claro que comentamos o sobe e desce de estrelas que sempre movimenta a cidade. Para saber todas as atrações do COMER & BEBER, dá o play no YouTube, no Spotify, no Deezer ou aqui:

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade