Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 27 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações de estabelecimentos. Além das atividades na Vejinha, leciona na Universidade Mackenzie

Chef Erick Jacquin assina o novo menu do La Cocotte

Erick Jacquin está de volta. Não em casa própria, mas no bistrô La Cocotte. Sumido das cozinhas desde o fechamento, em dezembro passado, de seu premiado La Brasserie Erick Jacquin, que chegou ao fim por problemas de administração, o chef assina agora o cardápio do La Cocotte, que acaba de reabrir neste jantar. O restaurante […]

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 26 Feb 2017, 22h29 - Publicado em 17 Mar 2014, 22h36
Fachada: aberta para a rua (Fotos: divulgação)

Fachada: aberta para a rua (Fotos: divulgação)

Erick Jacquin está de volta. Não em casa própria, mas no bistrô La Cocotte. Sumido das cozinhas desde o fechamento, em dezembro passado, de seu premiado La Brasserie Erick Jacquin, que chegou ao fim por problemas de administração, o chef assina agora o cardápio do La Cocotte, que acaba de reabrir neste jantar.

O restaurante permaneceu fechado para uma rápida reforma e ganhou uma atraente fachada, aberta para a rua.

+ Quer saber onde almoçar ou jantar? Veja a lista de restaurantes selecionados

Continua após a publicidade

+ Para bancar o chef: as receitas de VEJA SÃO PAULO

No salão com novo visual, podem ser provadas as receitas criadas por Jacquin, cuja execução está nas mãos do titular dos fogões, Flavio Santoro, na casa desde novembro do ano passado, como dei aqui no blog.

Antiga fachada: desapareceu o feioso grafite da Torre Eifell

Sim, este era o antigo La Cocotte: desapareceu o feioso grafite da Torre Eiffel

Jacquin, conversou com o repórter João Batista Jr e conta que uma das sugestões é a porção de  mini-hambúrgueres acompanhada de batata sautée, tudo servido em uma panela. “Também acrescentei o tartare como opção de entrada.” É um menu sem frescuras e a preços razoáveis. O prato mais caro do cardápio custa 56 reais — o entrecôte ao molho béarnaise com fritas.

Continua após a publicidade

Jacquin segue como consultor do Tartar&Co. Sobre reabrir o próprio restaurante, ele é categórico: “Não tenho planos”, garante. “Não dá para sentir saudades de cozinhar porque estou sempre fazendo coisas na minha casa.”

No visual do salão: perdeu o ar bistrô clássico

No visual do salão: perdeu o ar de bistrô clássico

Confira o novo menu do La Cocotte, assinado por Erick Jacquin:

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook.

Publicidade