Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 29 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

O Casimiro está de volta

Instalado no 4º andar do Edifício Santos Augusta, o restaurante comandado pelo jovem chef Thiago Tatini reabre oficialmente nesta terça (13)

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 14 jul 2021, 11h40 - Publicado em 13 jul 2021, 11h45

Num momento ainda delicado para a gastronomia, uma boa notícia. O italiano Casimiro, que fechou as portas em 31 março de 2021, está de volta. A reabertura da casa que está localizada no quarto andar do charmoso Santos Augusta, edifício assinado pelo arquiteto Isay Weinfeld, acontece oficialmente nesta terça (13).

Quem continua no comando da cozinha é o jovem cozinheiro Thiago Tatini, que, durante o período em que o restaurante permaneceu fechado, deu expediente no clássico Tatini, na Rua Batatais, na região dos Jardins, que pertence a seu tio, Fabrizio Tatini. “Fiquei esses quase 100 dias no Tatini. Voltei às raízes e acabei reciclando muita coisa. Aproveitei o momento dramático que toda a humanidade vive para reflexão e aprimoramento profissional, pessoal e espiritual”, disse Thiago numa das conversas que tivemos. “A volta é um momento de alegria pura.”

+ Clássico das cantinas, capelete à romanesca ganha nova versão

Ambiente com varanda do restaurante Casimiro.
Varanda do restaurante: instalado no charmoso Santos Augusta Arnaldo Lorençato/Veja SP

Ainda nesse papo, o cozinheiro conta que, por enquanto, manterá o cardápio do Casimiro inalterado. Cada vez mais raro na cidade, um clássico da culinária ítalo-paulistana, feito com muito mais leveza, poderá ser pedido. É o capelete à romanesca (98 reais). A massa com recheio de carne ganha molho com ingredientes frescos como creme de leite, cogumelos e ervilhas, além de tiras de presunto. Antes de ir à mesa, recebe queijo grana padano e vai ao forno para gratinar. Outro prato tradição que está de volta com a reabertura é o steak à diana (121 reais), filé batidinho ao molho de mostarda, conhaque, molho inglês e caldo de carne, que também banha o arroz da guarnição.

Casimiro
Alameda Santos, 2159, 4º andar, Cerqueira, tel. 4420-8070. $$

Continua após a publicidade

Assine a Vejinha a partir de 8,90 mensais

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:
Facebook: Arnaldo Lorençato

Instagram: @alorencato
Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.br

Caderno de receitas:
+ Fettuccine alfredo como se faz em Roma

 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade