Albertina tem menu com receitas de inspiração italiana; leia minha crítica

Bruno Alves deixou os hambúrgueres para investir em pratos mais elaborados em Pinheiros

O ponto que acolheu o bom e barato Solo, extinto endereço comandado pelo chef Danilo Gozetto e que nunca se descobrirá por que não emplacou, ganhou outro ocupante. Desde janeiro abriga o Albertina, cujo menu foi desenvolvido e é preparado por Bruno Alves. O chef migra da chapa de hambúrguer, que defendeu no oscilante Kod, para a culinária italiana.

Bruno Alves: chef deixou as chapas do Kod para investir em receitas italianas, como o espaguete a carbonara com ovo de pata

Bruno Alves: chef deixou as chapas do Kod para investir em receitas italianas, como o espaguete a carbonara com ovo de pata (Clayton Vieira/Veja SP)

Nem todos os pratos do cozinheiro agradam, por imperfeições aqui e acolá. Precisam de retoques as minialmôndegas fritas em demasia e gratinadas com molho à putanesca (R$ 20,00) e o cacciucco, feito com uma espécie de bisque carregada demais com frutos do mar sem brilho, em especial os mexilhões (R$ 56,00).

Dos pescados, fique com a salada de polvo de ótima textura, com folhas e funcho ao vinagrete de laranja (R$ 22,00). Outro gol, o espaguete à carbonara de ovo de pata e guanciale se completa com queijo de ovelha e castanha de baru (R$ 42,00).

Salada do mar: com polvo, folhas e funcho ao vinagrete de laranja

Salada do mar: com polvo, folhas e funcho ao vinagrete de laranja (Clayton Vieira/Veja SP)

Mais uma receita rica em aroma e sabor, a gobba di bue é o cupim braseado no negroni com polenta caccio e pepe, ou seja queijo e pimenta, completada por molho da própria carne (R$ 46,00). Esse prato dá vontade de repetir.

Gobba di bue: cupim braseado no negroni com polenta caccio e pepe, servido ao próprio molho

Gobba di bue: cupim braseado no negroni com polenta caccio e pepe, servido ao próprio molho (Clayton Vieira/Veja SP)

Durante a semana, o almoço executivo (R$ 40,00) pode trazer como sugestão o espaguete à matriciana como manda o figurino: molho de tomate, guanciale e um picante de pimenta dedo-de-moça desidratada pelo próprio Alves.

Avaliação: BOM (três estrelas)

Clique para conferir o cardápio:

Cardápio

Cardápio (Divulgação/Divulgação)

 

 

 

 

 

 

 

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:
Facebook: Arnaldo Lorençato
Instagram: @alorencato
Twitter: @alorencato

Caderno de receitas:
+ Fettuccine alfredo como se faz em Roma
+ O tiramisu original
+ O melhor petit gâteau do Brasil

E para não perder as notícias mais quentes que rolam sobre São Paulo, assine a newsletter da Vejinha.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s