Clique e assine por apenas 5,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Como o Acrópolis, clássico grego do Bom Retiro, enfrenta a quarentena

O restaurante opera até as 17h e vende pratos para viagem

Por Arnaldo Lorençato, Saulo Yassuda - Atualizado em 21 ago 2020, 02h44 - Publicado em 21 ago 2020, 06h00

Por Saulo Yassuda

Pouco a pouco, os comerciantes e o público de fim de semana retornam ao grego Acrópolis. Por enquanto, o endereço fundado em 1959 voltou a abrir o salão simplão apenas no almoço, até as 17h, com apenas 32 fregueses por vez.

Enquanto isso, o sistema de retiradas segue firme — delivery, só na modalidade “qualquer coisa” do app Rappi. Para evitar desperdícios, nem todos os pratos são expedidos diariamente.

É mais fácil encontrar clássicos do local, servidos em porções generosas, como a mussaká (R$ 35,00), fatias de berinjela entremeadas de carne moída e batata e cobertas de bechamel, e o polvo cozido ao vinho (R$ 85,00), que pode vir com o arroz úmido de frutos do mar.

Retiradas e salão: Rua da Graça, 364, Bom Retiro, tel. 3223-4386.

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Caderno de receitas:
+ Fettuccine alfredo como se faz em Roma

Continua após a publicidade
Publicidade