Três comédias românticas jovens para curtir na Netflix

Os filmes ainda abordam temas que estão em alta, como gordofobia, homofobia e crises no ensino médio

As produções da Netflix têm aumentado a cada ano e, em 2018, os lançamentos agradaram quem curte filmes mais levinhos com temáticas românticas.

Selecionamos três opções disponíveis no streaming para assistir e se apaixonar:

A Barraca do Beijo. Lançado em maio deste ano, o filme é inspirado em um livro homônimo, e conta a história de Elle Evans (Joey King) e de seu melhor amigo de infância, Lee Flynn (Joel Courtney). A amizade tem algumas regras e, quando a personagem principal quebra uma delas, a trama fica engraçada e com alguns momentos de tensão. A presença do irmão de Lee, Noah (Jacob Elordi), bagunça a cabeça das meninas do colégio e de quem está assistindo.

Para Todos os Garotos que Já Amei: personagens fofos e cartas de amor

Para Todos os Garotos que Já Amei: personagens fofos e cartas de amor (Reprodução/Netflix/Divulgação)

Para Todos os Garotos que Já AmeiJá pensou em escrever cartas para todos os meninos que você já gostou? É exatamente isso que Lara Jean Covey (Lana Condor) faz, mas sem enviá-las aos destinatários. A trama, também adaptada de um livro de mesmo nome, tem uma reviravolta quando as cartas somem da caixinha onde a personagem principal as guardava. A partir daí, cenas engraçadas, crises e muitos suspiros envolvem a história. Alguns detalhes não podem passar despercebidos, como os looks de Lara Jean, a presença do ator Noah Centineo, que interpreta o fofo Peter Kavinsky, e a estética do filme, que combina cores e enquadramentos de um jeito gostoso de ver.

Sierra Burgess É uma Loser: amizades e um romance improvável

Sierra Burgess É uma Loser: amizades e um romance improvável (Reprodução/Netflix/Divulgação)

Sierra Burgess É uma Loser. A trama conta a história de Sierra Burgess (Shannon Purser), uma adolescente inteligente, que enfrenta dificuldades com a sua imagem por fugir dos padrões de beleza exigidos no colégio. Assuntos como gordofobia, homofobia, e questões relacionadas à internet são tratados de um jeito que deixa o espectador curioso e apreensivo para saber o que vai acontecer. Noah Centineo também marca presença neste filme, desta vez como Jamey, alvo da paixão da personagem principal. Vale a pena assistir e discutir sobre os temas presentes na produção.

E aí, gostou? Conta pra gente o que achou depois de assistir aos filmes!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s