O Despertar da Primavera

VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Dirceu Alves Jr.

Adaptação de Duncan Sheik e Steven Sater para peça de Frank Wedekind. Os diretores Claudio Botelho e Charles Möeller conquistaram prestígio ao defender a essência do gênero musical com inventividade, cuidado e boas atuações. Esta montagem, no entanto, marca uma derrapagem na trajetória da dupla. Trata-se de uma produção difícil de ser encenada. A começar pelas letras das canções, que não permitem o coloquialismo ao qual Botelho e Möeller estão habituados. Mas, sobretudo, por causa do elenco exigido: atores entre 16 e 25 anos, geralmente sem experiência de palco. Apesar do texto universal, centrado em um grupo de jovens oprimidos envolvido com a descoberta do sexo, o espetáculo mostra-se irregular principalmente por causa dos atores. Enquanto Pierre Baitelli e Malu Rodrigues interpretam cheios de garra seu trágico casal, o restante se parece menos integrado. Estreou em 12/03/2010. De 10/07/2010 a 15/08/2010.

    info
  • Direção: Claudio Botelho e Charles Möeller
  • Duração: 120 minutos
  • Recomendação: 14 anos
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s